sábado, outubro 29, 2005

NEONAZISTAS MULATOS


Essa é a real


Nesta semana que passou a polícia de Curitiba finalmente prendeu uns babacas “neonazistas” que andaram colando uns cartazes com mensagens edificantes do tipo “vamos expulsar os negros” e outras pérolas pelas ruas da capital paranaense.
Queria ver esses babacas aqui pelo Nordeste, de preferência em Salvador e em São Luís. Será que eles manteriam o discurso de purificação da raça ariana? Vai saber...seria bem divertido presenciar um encontro destes...claro, a uma distância bem considerável.
É inadmissível existir racismo num país tão miscigenado como o Brasil. Claro que este país tem problemas sérios, muito sérios, mas a biodiversidade étnica presente por aqui faz deste povo especial. É um sangue negro aqui, misturado com europeu, índio...diversidade cultural,entendeu? O rock n’roll teve sua origem no blues cantado por negros lá do Mississipi... e o pai do rock foi Elvis Presley...bem oportuno: ninguém diria isso de um negão como Little Richard ou Chuck Berry...ou Robert Johnson, bluesman da década de 30 com uma vida tão desregrada que faria corar os rebeldezinhos movidos a sucrilhos de hoje.
Só no Brasil pra ter neonazista mulato... e os caras admiram Hitler, por ter “tirado a Alemanha do buraco”. Os fins justificam os meios, eis o recado. E as chamadas raças inferiores justificam os meios empregados por Hitler e por outros tiranos.
Ou não tiranos. Muita gente chamada de intelectual e respeitada pelos baba-ovos andaram reforçando o mito de raça inferior em relação aos negros. Quer uma amostra? Então, lá vai...é uma galera do século XVIII e XIX... Segura:

DAVID HUME: O negro pode desenvolver certas habilidades próprias das pessoas, assim como o papagaio consegue articular certas palavras.
ETIENNE SERRES (anatomista renomado): Os negros estão condenados ao primitivismo porque têm pouca distância entre o umbigo e o pênis. (hummm....estes anatomistas...sei não...)

BARÃO DE MONTESQUIEU (pai da democracia moderna): É impensável que Deus, que é sábio, tenha posto uma alma, sobretudo uma alma boa, num corpo negro.
FRANCIS GALTON (pai da eugenia, método que tanto agrada George Bush e alguns dirigentes argentinos): Assim como um crocodilo jamais poderá chegar a ser uma gazela, um negro jamais poderá chegar a ser um membro da classe média.

E tem brasileiro nesta listinha edificante? Tem, sim, senhor. O baiano (!) Raymundo Nina Rodrigues foi um tanto sutil, mas deixou bem entendido:

“O estudo das raças inferiores tem fornecido à ciência exemplos bem observados dessa incapacidade orgânica, cerebral.”
Hoje o nome Nina Rodrigues é bem conhecido em Salvador: É o “IML Nina Rodrigues”. Apropriado.

Bom, voltando aos nazis brasileiros. O que fazer? Bom, quando o cara tem 20 anos e a cabeça forrada de subliminares de propagandas incentivando consumo e com certas ideologias já formadas, o jeito é o tratamento de choque: curtir um reggae em São Luís ou jogar uma capoeira na Bahia. Quem sabe assim o sujeito não arranja uma neguinha* por lá, namora, casa e tem 2 filhos que verão, dentro de casa, que não há diferença de cor,credo ou estrato social quando o amor, o respeito e reconhecimento são muito mais importantes que idéias criadas por “intelectuais” sofríveis.

*nem 08, nem 80: É neguinha, é negão. Qual o problema? Só espero que os radicais do politicamente correto não venham aqui encher a paciência!

domingo, outubro 02, 2005

Hic!


A máfia do apito. Tem mais do Groo (como Ministro Veiga) em www.humorsantista.com

HIC!
Bebera tanto na noite anterior que nem sabia como voltara para casa. Errou o caminho umas duas vezes, dirigiu embriagado, mas...que festa! Valeu a pena! E como rendeu! Muita cerveja, bebidas, uns espetinhos...Tá certo que não lembrava de todos os detalhes...o telefone daquela morena! Ah, isso lembrava, estava no bolso e...epa! Onde está aquele papel? Droga! De tão bêbado, deve ter jogado fora! Incrível! Que idiota!
-Nunca mais vou beber!
Mas nem queria mais pensar nisso...Era domingo e acordou com aquele gosto que só a ressaca proporciona aos manguaças. Ainda bem que não era uma segunda-feira, desgraça dupla; Levantou-se da cama mesmo sem querer levantar, e a cabeça pesava, parecia que estava num daqueles brinquedos que giram – primeiro lentamente, depois mais rápido.
-Nunca mais vou beber!
Vai até a cozinha e toma um café amargo...forte...Horrível. Mas precisava daquilo. Não estava com apetite para comer nada. Afinal, duvidava que poderia descer alguma coisa sólida. Vai até a sala, liga a TV. Uma corrida de fórmula 1. E o Rubinho quebrado, pra variar. “Hnf...até bêbado eu dirijo melhor que esse cara”, pensou. Mudou de canal. Um pastor dizendo que Jesus era a salvação e a cura, bastava tomar um copo d’água e fazer uma oração. E quase fez isso, tomar água e rezar pra ver ser a dor de cabeça passava.
Desligou a TV e foi até a garagem. Pensou em lavar o carro, mas a moleza do corpo não deixava. Abriu o veículo e tirou os CD’s que estavam lá. Entre os CD’s, um papel caiu: sim, o telefone da morena maravilhosa da noite anterior.
- Alô?
(voz masculina): Alô. Quem fala?
-Eh...hmm...a...a ...
- Alô?
- Hã..quem fala?
- Quer falar com quem?
- Hã...é...hmmm...quero falar com a...a....
- Ah, vai passa trote em outro!
Desligou. Como poderia esquecer o nome daquela morena maravilhosa? E essa, agora?
-Nunca mais vou beber!
Depois de pensar um pouco e estudar a melhor estratégia para falar com a moça, finalmente liga:
-Alô, quem está falando?
-Aqui é o Felipe. Quem fala?
- Olha só, Felipe...digo, seu Felipe... pode parecer estranho, mas ontem à noite uma garota me deu este número de telefone enquanto estávamos numa festa...Só que ela não colocou o nome no papel e também não me lembro do nome...será que daria para voc...digo, o sr. chamá-la pra mim?
-Como é que é??? Que negócio é esse?
-Tá, olha, sei que é estranho, mas...olha, desculpa, mas preciso falar com ela.
-Como é que você esquece o nome de alguém, ainda mais de uma garota maravilhosa como ela??
- Eu sei, eu sei que ela é linda, desculpe, foi um ato falho...o sr. é pai, irmão, tio dela?
-Bonito, hein? Quer dizer que de tão bêbado não é capaz nem de lembrar com quem conversou ontem...
-Hã...um momento...
- É isso mesmo! E ainda saiu carregado, com as latinhas de cerveja na mão, cambaleando e berrando que podia dirigir, já tinha vomitado umas duas vezes...tava chapadão!
-Peraí, como...
- E ainda chega nas garotas e manda galanteios, xavecos furados, promete um monte de coisas...diz para uma morena linda que é a mulher da vida, que quer algo sério, que ela é diferente das outras que tem por aí, essas coisas que os homens sempre dizem!
-Peraí, como sabe dessas coisas? Ela te contou?
- E ainda diz que esquece o nome dessa mulher! Tome vergonha, seu bebum!
- Pôxa, desculpe, mas...mas ela te contou?
- Não, querido...foi você quem pra mim!
- Hã? Como? Ontem? Você tava na festa e eu não lembro?
- Não, gatinho...você me xavecou o tempo todo, disse que a minha saia era linda, aquelas botas me deixavam com jeito de femme fatale, que meu decote era tentador...meu cabelo cheiroso...
- Porra, que brincadeira é essa?
- Não é brincadeira não, querido... Você conversou comigo, a Márcia...Felipe é meu nome pra sociedade lá fora, mas pra ocasiões especiais, me chamo Márcia...
- Porra, eu quase cato um traveco???
- Nossa, bem, eu pensei que você soubesse...mas acho que você tava tão bêbado que..alô? alô?
- EU NUNCA MAIS VOU BEBER!!!

BOAS VINDAS!
Groo dá boas vindas aos novos amigos:
Inutilidade pública (na verdade, retornou): http://www.inutilidadepublica.zip.net
Opinatudo: http://opinatudo.blogspot.com
Massa Crítica: http://omassacritica.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails