sábado, fevereiro 05, 2011

Ney Show, o cara!

Não consigo entender isso: se o Brasil é, como dizem, auto-suficiente em petróleo, como é que essa gasolina é tão cara? E o álcool, já aumentou novamente o preço! Não vale a pena abastecer com o biocombustível. Quer dizer, se eu olhar para a questão ambiental, vale...na verdade eu deveria reduzir as horas que gasto em um automóvel, mas estou em Salvador, cidade onde o transporte público é horroroso. Além disso, esse preço é por causa dos impostos e...

- Completa, dotô?
- Não, coloca aí uns 30 conto de...álcool! Mal vai render, mas...

Onde eu estava mesmo? Ah, na questão tributária. Eu sei lá quanto o governo leva nessa história de combustível, mas não é pouco, não. Eu já li sobre isso, mas esqueci o percentual. É tanta informação que...

- Com licença, meu jovem?
- Diga, companheiro?
- Desculpe incomodar, mas queria divulgar a minha arte, meu CD, olha só! Já é difícil gravar 1 música, o que dizer de 17 músicas! Tô aqui divulgando, olha só, 1 é 3 real, dois é 5, se quiser me dar uma força no trabalho, meu jovem, fico satisfeito!

E agora deixo as reflexões do combustível para contar essa história para vocês, a história de Ney Show, o grande futuro astro do arrocha, da seresta, do brega e da música de corno que tanto faz sucesso por este Brasil. Acomodem-se em seus lugares.

- Companheiro, qual é o seu estilo musical?
- É popular, meu jovem, um arrocha, uma seresta, tudo com muito amor pra dançar juntinho com as nega!
- Pois é, amigo, mas esse aí não o estilo de música que eu gosto não, sabe...
- E qual é o estilo que tu curte?
- Companheiro,meu negócio é rock, aqui, ó, escuta isso.

E aumento o volume do meu pobre rádio “tocador de CD”, como dizem, sem "som na mala" e sem caixas potentes, mas onde foi possivel escutar com clareza a guitarra cortante de Jimi Page em “Heartbreaker”. Ney Show ouviu e falou:

- Ah, teu estilo é rock pesado. Mas eu toco umas músicas que tem uma guitarra também!
- Mentira! Sério? Cadê, deixa eu ouvir isso!

E sai Led Zeppelin do som, entra Ney Show com a música de abertura do seu CD chamada “Meu sofrimento”. Normal, se até Elvis Presley cantava “It´s now or never, kiss me my darling”, por que o nosso Ney não poderia expressar sua dor e sofrimento?

Hoje eu parei pra ver
O meu sofrimento
Não dá para amar
Chorando por dentro
Hoje eu parei pra ver
Que não é assim
O que o povo fala, o povo ri de mim
Eu não vou ligar, vou fazer assim
Eu só vou amar,
Só vou gostar
De quem gosta de mim
Ôô paixão, arrocha, vai!

E não é que tinha uma guitarrinha ali no meio, perdida entre os ritmos cadenciados do teclados e uma bateria eletrônica um tanto acelerada?

- Você gravou 17 músicas? Faz shows pela noite, é?
- É, gravei essas 17 músicas e faço show em barzinho, aniversário, formatura, casamento, o que for, é só chamar Ney Show, tá aí na capa os contato tudo, telefone, imeio, orkut, msn...
- Meu, você é todo conectado, hein? Tem vídeo no youtube também?
- Tenho não. Mas vou colocar, vou colocar! Gostou da música? Tá aprovado?
- Que música é essa, do locutor? Quero ouvir, peraí:

Hoje acordei com saudade do meu amor
Eu preciso entrar em contato com o locutor
Amigo eu preciso que toque essa canção pra ela
Locutor, diga que eu to com saudade ela
Diiiiiiiiiz, diz pra ela, locutor,
Diz pra ela, por favor,
Que eu imploro,
Que eu choro, choro,
Choro de amor.
Arrooooocha! Ney Show ao vivo pra vocês, ôôô, paixão!

Depois dessa música, chamada “Diz locutor”, eu me convenci: iria dar uma força à arte e adquirir um CD do Ney Show! Ora, temos que estimular nossos músicos, não é verdade? Além do mais, Ney Show segue os passos dos grandes Odair José, Wando e do sensacional filósofo Falcão!

- Companheiro, apesar de não ser meu estilo de música preferido, vou dar uma força e adquirir um CD com o seu trabalho. Tenho uns vizinhos que se amarram nesse tipo de som, quem vai me dizer se o seu trampo é bom ou não é a vizinhança, experiente no assunto!
- Beleza, beleza, meu jovem, é isso aí, o negócio é fazer divulgação! Se a galera curtir, taí meus contato todo!
- Jóia! Agora, companheiro...descola uma capa melhor para o seu CD. Essa sua cara aí com esses óculos escuros e camisa verde ficou legal, não. Bota uma piriguete aí, que a galera vai curtir!
- Ah, mas eu tenho que me tornar conhecido, né? É meu cartão de visita, o certo mesmo seria uma gatinha, toda gostosinha, mas tenho que me tornar conhecido, né? Valeu, irmão, um abraço, valeu!

E foi assim que eu conheci o futuro astro da música brega baiana, Ney Show. Combustível no carro ( que absurdo o preço da gasolina, esse aumento no álcool, e o governo não faz nada, que coisa!), faço o percurso de volta para casa sem Led Zeppelin como trilha sonora, e sim Ney Show, no CD cujo repertório conta com títulos como “Ela vai voutar” (sic) , “bem mim quer” (sic) e a maravilhosa sequência “Apanhou/Chifre não mata”:

Eu já sei o que aconteceu
Ontem à noite, aquele cara te bateu
Apanhou, apanhou
Deixou o cara certo
A madeira deitou

Apanhou, apanhou

Deixou o cara certo
A madeira deitou

Eu vou te falar
Como eu estou
Estou no violão
Fazendo show
Pra você eu faço essa canção
Você apanhou
E esse é o refrão

Essa é uma homenagem àqueles que tomam todas na porta do bar

Chifre não mata não
Chifre não mata não
O que mata é o desespero, falta de dinheiro
E a solidão
Chifre não mata não
Chifre não mata não
O que mata é bala de revolver, espingarda, de açoite,
Tiro de canhão


Ôôô, paixão!

9 comentários:

  1. Olá, professor!

    Haha! Não desdenhe a alta filosofia do "chifre não mata, o que mata é o desespero". E esse nome artístico tão... modesto! Sensacional!
    E a fila do gás? Não sei como é em Salvador, mas por aqui o GNV é bem popular. Nem tanto (mais) pelo preço (ainda barato se comparar com a gasolina), mas pela redução do IPVA. E vc fica feliz sabendo da economia que fez ao colocar um "kit gás" no seu carro, até que vai abastecer e a fila te faz pensar se não vale a pena colocar gasolina.
    Não sei quanto nem como o governo lucra com combustível, mas se fosse pouco não haveria tantos incentivos para adoção do GNV. Emfim...

    BjohnnY!

    ResponderExcluir
  2. Jaime,

    o período literário chamado Romantismo, vulgo Poesia de Corno, nunca sai de moda porque, como dizem aqui em SP, o chifre foi feito para o Homem, o boi usa de intrometido...

    "eu não sou cachorro não..."

    =D
    Marcos

    ResponderExcluir
  3. Ah vá, Jaimito. Que eu sei que você, no fundo, adora música assim. :P

    Aliás, estou gravando um negocinho aqui pra você. "Dream On" no pacote.
    :)

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Tá cheio de NeyShow por aí....

    As letras do rapaz até são legais, perto do que se escuta...

    Isso há tempos...ou não lembra do Sugar, Sugar ?????

    HUAHAUHAUAHAUHAUAHUAHAUH !!!!

    Deixa eu sair daqui...vou ser Jesus numa moto !!!

    Huahauhauahuahauahuah !!!!

    Abração

    ResponderExcluir
  5. Você cantou a pedra certa, eu acho, Jaime. Já já estaremios ouvindo esse cabra nas paradas. O estilo das letras é bem do jeito que o povão gosta. Se tiver umas melodias dançantes, cantantes, tá eleito.rsrs.
    Abração, ótima semana. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  6. Jaime, voltei para lhe agradecer pela dica do livro da L&PM. Eu vou querer adquirir. Os depoimentos que estou publicando semanalmente foram retirados em sua maioria de um livro Escrever sem Doer, do Ronald Claver, também escritor e professor aqui da UFMG. Porém elé é mais uma espécie de manual de redação e o autor colheu depoimentos de vários escritores. Valeu! Obrigado! Abração.

    ResponderExcluir
  7. Um Dia o Nei, no Apse de sua carreira artística, colocará seu nome no "Goóglie" e verá seu nome, e dirá, sou famoso, lerá esse poste(não o de energia)rsrsr.
    e se orgulhará de seu trabalho e agradecerá o reconhecimento prestado pro ti!
    muito bom!

    ResponderExcluir
  8. Prezado Jaime,

    Depois de muito tempos sem fazer nada relacionado a teclado, voltei. Voltei justamente aqui e no blog do Cacá para encontrar inspiração. Pode ter certeza que que as encontrei. Parabens por mais esta bela criação.
    Estou voltando de mansinho, estou oferecendo um prato de Farofa, ficaria agradecido se provar!!!
    Abs.

    ResponderExcluir
  9. kkkkkk Eu bem sei que tipo de som é esse, ave maria rsrs ...Gosto não!Porém, acho que vc fez uma caridade, parabéns pela boa ação!
    P.S: Gostaria de saber quem desenha suas ilustrações.Abraços!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...