sábado, agosto 01, 2009

Pobre, eu? Quem dera!

(a charge acima é do autor do blog. Clique na mesma para melhor visualização)

Agora, vai: o Banco Mundial (BIRD) acaba de “emprestar” US$ 30 milhões (de dólares, reparou?) para combater a pobreza na Bahia. Eu já estou providenciando o meu atestado de pobreza!

O discurso é nobre: reduzir as desigualdades sobretudo na zona rural e apostar no desenvolvimento sustentável entre os pequenos produtores, afinal são milhares de pessoas que vivem na roça e da roça aqui na BA, em boa parte dependendo de uma forcinha de São Pedro para que suas colheitas e o gado sustentem as famílias.

Não me tomem como desconfiado ou pessimista, por favor. Mas pelo o que eu vejo por aqui, com o governo dando calote nos salários dos terceirizados, nas empresas prestadoras de serviço e, claro, nas empreiteiras, boa parte desta grana vai para saldar dívidas.

Em 2005 o mesmo Banco Mundial já havia “emprestado” US$ 54 milhões para o estado da Bahia investir no mesmo “desenvolvimento sustentável entre os pequenos produtores”. Desde 1950 o BIRD já investiu US$ 1,8 bilhão no estado. Empresários agradecem plantando e distribuindo bananas pra todo mundo.

Deixemos os números e o blá-blá-blá oficial e vamos para o sertão bravo. Recentemente ocorreu um verdadeiro “arrastão” na outrora tranquila Katmandu ( localizada no sertão baiano, próximo a Kuala Lumpur): bandidos limparam os caixas dos mercadinhos da região em meia hora de ação, à luz do dia. E ainda foram simpáticos, pois não mataram ninguém.

Polícia! É isso aí: 190 neles! Só tem dois detalhes: a delegacia mais próxima fica a 27km de distância e as viaturas estão em excelente estado de conservação (para veículos com uns 15 anos de uso), só precisam de gasolina.

A minha sugestão para o governo da Bahia é que parte destes US$ 30 milhões sejam investidos em gasolina. Ou armas pro povão. Uns “trezoitão” não devem onerar os cofres públicos. Este “empréstimo” do Banco Mundial e a economia que fazem com os salários dos professores custeiam isso numa boa.

E se esta grana fosse mesmo para reduzir a pobreza no estado, eu não incomodaria que dissessem a verdade: meus textos são pobres, minhas charges são pobres, enfim, sou um pobre coitado! Mas um dia eu chego lá, já que a pobreza tem sido algo interessante nos últimos tempos.

***
Despretensiosamente, enviei uma crônica para o VI Concurso Rubem Braga de Crônicas da Academia Cachoeirense de Letras, ES. E não é que recebi uma “menção honrosa”? A primeira vez a gente nunca esquece! Procurem por um tal de “Ministro Veiga” neste link.

***
Follow me on twitter: http://twitter.com/jaimeguimaraess
Fotolog1: http://fotolog.terra.com.br/jaimeguimaraes
Fotolog2: http://www.fotolog.com/jaimeguimaraes

23 comentários:

  1. Grande Groo!

    Novinha essa, sou o primeiro, quero acreditar que neste sabadão você esteja de bom humor ne não? Se você não estivesse, sei não! hehehehe

    Mais um bom artigo entre tantos, muito bom para reflexão....

    Abs.

    Tem crônica sobre futebol, na minha visão..

    Abs.

    ResponderExcluir
  2. Groo,

    Onde esta o artigo "Camisetas" que você concorreu? Gostaria de ler.

    Abs.

    ResponderExcluir
  3. Então quer dizer que a primeira vez a gente nunca esquece, Jaimão?! Uahahahhaaaaa!!!! Parabéns, mais uma vez, meu velho, pelo "desvirginamento"!

    Uahhahahhahaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!

    Cara, sinto te informar, mas essa é mais uma daquelas manobras políticas que não dão em nada. Desde 1950 que o BIRD investe por essas bandas?! Putz, nesse tempo minha avó usava mini-saia... Uahahhaahaaaa!!!

    E para com esse troço de falar que seus textos e charges são pobres! Quero ser igualzinho a você, quando crescer! Sim, porque, embora você negue até à morte, já tá ficando velho, Ministro Veiga!

    Uahahahhaaaaaaa!!!

    Abração, "Bukowski-com-dendê"!

    ResponderExcluir
  4. Marcelo:

    Tá de onda comigo é? Que kí é isso cara!!!

    ResponderExcluir
  5. É! Ultimamente tem umas pessoas querendo se fazer de pobre mesmo... Até pra ganhar o bolsa família...
    A situação é bem complicada!
    Ah... e parabéns pela premiação no concurso!

    ResponderExcluir
  6. Imagina, SIMEI... Tô falando da classificação do Jaimão no Concurso de Crônicas, sacou?

    O Jaimão é que é chegado à umas brincadeirinhas sem graça.... né não, Jaimão?

    Uahahhahahhahahhaaa!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Seu chato,sempre se depreciando!
    Quando é que vai melhorar essa auto estima,hein?
    PS.Vc é bom e sabe disso;deixa de falsa modestia!!

    ResponderExcluir
  8. Li esse post e vi as tirinhas de todos os posts da página. Gostei muito! Tem senso crítico, escreve MUITO bem e percebe aquilo que sempre tentam esconder de nós. Gostei muito do blog. Quanto a esse post: Enquanto muita gente morre de fome, muitos VIVEM unicamente desses projetos Bolsa-algumacoisa. Sei de pessoas que nem saem de casa pra trabalhar, porque os projetos cobrem a vida deles. Depois o país não vai pra frente e nós, brasileiros, nos perguntamos: "por quê?". Concordo com você: o dinheiro não está sendo bem aplicado e, consequentemente, os problemas não estão sendo resolvidos.

    (obrigado por comentar em meu blog ^^)

    ResponderExcluir
  9. adorei a charge, bem criativa, vc tem um humor inspirado

    beijo

    ResponderExcluir
  10. Escrevi algo parecido com o que você aborda no seu texto, mas fala de toda a hipocrisia dessas bolsas que prometem "erradicar" a pobreza e a fome (aham, eu acredito).

    É uma pena saber que o Banco Mundial tenta ajudar com a mulher das intenções e que esse dinheiro vai parar nos bolsos de nós-já-sabemos-quem. Ou melhor, nós não saberemos quem por causa dos atos secretos. ¬¬

    Parabéns pela menção honrosa. Seus textos são bons sim. Pena que muita gente não leia porque ficam assistindo o Gugu e o Faustão. =/

    ResponderExcluir
  11. Groo, O Vale do Jequitinhonha, no norte de MInas é a região que mais recebeu recursos no Brasil desde a criação do Banco Mundial e continua sendo uma das mais pobres do mesmo Brasil até hoje. Acho que esqueceram de avisar à população que a ajuda vem na rubrica de campanha eleitoral. P.S. Parabéns pela menção no concourso. É merecido, você é um grande talento. Abração, paz e bem.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia!

    Pois é, como diria o rei (quem disse que ele é rei?) Roberto Carlos:

    "...Eu voltei
    E agora é para ficar..."

    Desculpe-me pelo sumiço, prometo que vou coocar os comentários em dia por estas bandas de cá, vice?

    rs...

    Nem sei bem o que escrever, acho que você já disse quase tudo em sua postagem. Por hora, limito-me a dizer que o Brasil não vai para frente por que a roubalheira e o oportunismo são gerais!
    O povo reclama muito, entretanto, não são raros os casos de pessoas que tentam se dar bem com esses programinhas assistencialistas.

    Sejam "os grandões" que desviam a verba, sejam os "pobre coitados" que arranjam mais filhos para tentar mamar nas tetas da vaca velha e gorda que é o governo!

    Pobre sou eu, que não trabalho no controle das verbas e não tenho uma escadinha de filhos para receber bolsa família (e nem quero, vice?)

    kkkkkkk...

    Kiso para vc, queridón!

    =*

    ResponderExcluir
  13. P.S.: "Tá ficando importante, hein, mano?"

    rs... =D

    Meus parabéns, vi lá o seu nome... fquei emocionada!

    Falando sério, estou muito feliz.
    Você merece, guri!

    =*

    ResponderExcluir
  14. Aproveite o investimento no estado da Bahia e me envie como presente a coletânea com seu conto premiado!

    ResponderExcluir
  15. Dá-lhe, Groo!!!! Fiquei orgulhoso agora, depois tira foto comigo pra eu poder guardar de recordação? Vai que tu fica famoso e some? rs

    Bem, vamos ao comentário. Primeiro a imagem: adorei!!! Sabe o que me lembrou? foi do quadro Retirantes do POrtinari. E esse quadro mostra muito do que o Brasil é, um país de pobres e da zona rural, sendo que o Brasil é dividido em três zonas. Zona urbana, zona rural e Brasília (uma zona só hauhau). E mesmo que o Bird dê trilhões se a BA continuar com governantes assim o negócio vai só piorar e o povo vai comer mais banana do que o saudoso macaco Tião aqui do RJ. Imagine se um cangaceiro de luxo desses não vai pegar o dinheiro e dividir entre os coleguinhas? Político nunca fez isso né? hau Mas isso é bom pra eles porque a gente se conforma com a politica por descreditarmos nela. ai ai ai...

    É, Jaime... o Bird vai voar qualquer hora dessas e aí não vai ter mais bolsa auxílio pra governantes pobres...

    Enfim, abração!

    Valeu!

    ResponderExcluir
  16. Não sei porque a surpresa, meu caro!
    Você pode ser citado, sem dúvida alguma, entre os melhores.

    Crônica ótima, como sempre.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. excelente charge! dinheiro na mão desse pessoal vira pó

    ResponderExcluir
  18. hahahah ótima a charge!
    Mas enfim, é triste mesmo. Sinceramente, esses números, sejam estatísticas, dados, sei lá!, são desesperadores. É muito dinheiro que o Brasil tem mas a administração é patética de tão ineficiente. No CQC dessa segunda-feira passou uma cidade com problemas no aparelho de saúde - como todas as outras cidades brasileiras - e o secretário admitiu que estava investindo de forma "errada" nos hospitais. Ele mesmo. O investimento na saúde é feito por ele. Ele sabia que tava fazendo besteira. Ele s-a-b-i-a. E admitiu. Na televisão. E ainda riu (!). ahah Desculpa, mas é que isso me deixa tão inconformada...Enfim, c'est la vie.

    Beijos,
    Bianca

    ResponderExcluir
  19. hahahah ótima a charge!
    Mas enfim, é triste mesmo. Sinceramente, esses números, sejam estatísticas, dados, sei lá!, são desesperadores. É muito dinheiro que o Brasil tem mas a administração é patética de tão ineficiente. No CQC dessa segunda-feira passou uma cidade com problemas no aparelho de saúde - como todas as outras cidades brasileiras - e o secretário admitiu que estava investindo de forma "errada" nos hospitais. Ele mesmo. O investimento na saúde é feito por ele. Ele sabia que tava fazendo besteira. Ele s-a-b-i-a. E admitiu. Na televisão. E ainda riu (!). ahah Desculpa, mas é que isso me deixa tão inconformada...Enfim, c'est la vie.

    Beijos,
    Bianca

    ResponderExcluir
  20. Gosto desse estilo crítico que tem o seu blog. Demonstra que você é alguém muito bem politizado e que está sempre atento às mazelas políticas que sempre assolaram nosso país e da qual eu temo que ele nunca fique curado. Ah, amei a charge do Sarney. Achei hiper criativa. É você mesmo quem faz? Se for, eu adorei. Criativo você...

    ResponderExcluir
  21. Nesse ritmo de investimento, daqui a pouco não haverá mais pobreza na Bahia. Lastimável ter que acreditar nisso!

    ResponderExcluir
  22. Somos todos pobres graças a esse bando de safado que diz governar o país, e sobre esse "investimento" para combater a pobreza mais uma palhaçada que serve apenas para humilhar a classe pobre.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Olá!!

    Não sei, mas...talvez vc não tenha lido nas entrelinhas malditas dos comunicados oficiais.

    Acho que as verdinhas talvez fosse para combater a pobreza dos vasos sanitários da Assembléia ou das lixeiras do Sr. Governador.

    Causa nobre essa, digo, causa pobre!!

    Até rimou!! kkkkkkk

    Abçs!!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails