quarta-feira, dezembro 30, 2015

Breve retrospectiva 2015 através de charges

2015 foi um ano intenso sob vários aspectos. Crise política, desastre ambiental, operação "Lava Jato", manifestações, greves de professores... . 

Alguns destes acontecimentos foram retratados por diversos artistas através de charges e cartoons. Como eu rabisco alguma coisa de vez em quando, resolvi publicar uma breve (e incompleta) retrospectiva deste ano através dos meus desenhos. É bom lembrar que a charge, conforme a definição encontrada na Wikipedia, é "uma crítica político-social onde o artista expressa graficamente sua visão sobre determinadas situações cotidianas através do humor e da sátira".  

Uma das expressões que mais ouvimos ao longo deste ano foi "corte" por parte do governo federal. Pena que não foram cortes de cabelo:


A sonda espacial New Horizons chegou até Plutão, em uma viagem que durou 7 longos anos.  Não há evidências de vida no planeta, mas fico imaginando o que os plutonianos pensariam (se eles existissem) sobre o comportamento dos seres humanos. 


Eles certamente teriam sábios conselhos para a humanidade: 



E por falar em aconselhamento, a escritora Ruth Rocha não é fã do Harry Potter e não seria problema nenhum se ela parasse por aí mesmo




A operação lava jato colocou políticos e empresários em maus lençóis - um esquema de corrupção de fazer inveja a "bandidos profissionais". 


Por falar nisso, um nome começa a se destacar neste cenário: Eduardo Cunha. E um belo dia o japonês da Polícia Federal chegou até ele



Falando em dinheiro - ou a falta dele - tivemos mais uma edição da Black Fraude, digo, Black Friday no Brasil. 

Com tantas notícias sobre corrupção, crise econômica e coisa e tal, uma coisa permanece igual: a péssima remuneração dos professores. Mais um ano em que a Lei do Piso do Magistério continua sendo descumprida por diversos estados e municípios. 



Duas tragédias aconteceram no segundo semestre: os atentados em Paris  e o desastre em Mariana, MG. E nas redes sociais, principalmente no Facebook, a insana "disputa" pelo "monopólio do sofrimento". 


E já ouviram falar na expressão "a raposa tomando conta do galinheiro"? Pois é:

                                   

No futebol brasileiro, tivemos a despedida do goleiro Rogério Ceni:

                         

O título do Palmeiras na Copa do Brasil - com a colaboração do Nilson, "atacante" do Santos que perdeu UM GOL incrível

                              
E o rebaixamento do Vasco:

                                             


E falando em rebaixamento, uma palavrinha que não ouvíamos desde a década de 90 voltou à cena: impeachment. Graças a ele, Eduardo Cunha, que soltou a bomba pra ver o estrago. 


                                    
E a crise política escancarou de vez com a cartinha do vice-presidente, Michel Temer, para a presidente Dilma Rousseff: 

                                          

O cenário político "pegando fogo" e em São Paulo o governador Geraldo Alckmin resolve colocar mais lenha na fogueira com uma tal de "reorganização escolar" que na verdade é o fechamento de escolas em SP - a motivação, claro, é a redução de "despesas". Os alunos ocuparam diversas escolas e as costumeiras cenas de repressão policial não poderiam faltar - infelizmente. 



E no campo pessoal, eu estava lutando contra os prazos e a Lei de Murphy para concluir a monografia. Mas a Lady Murphy é terrível! 



Apesar de todos os contratempos, consegui terminar! 



Se está ruim pra mim, imagine para a Justiça Eleitoral, que cogita o retorno das cédulas de papel nas eleições de 2016.



2015 não poderia terminar sem uma tragédia colossal, épica e todos os superlativos possíveis que vocês puderem imaginar: o bloqueio, por 48 horas, do aplicativo WhatsApp! Pânico, desespero, revoluções no Facebook e twitter! 



E você achou que mandar cartas, como o Michel Temer, era "ultrapassado".


Por fim, chegou o natal! Aquela época de confraternização na qual todo mundo é amigo...

... e aquele sentimento de felicidade está no ar - só que não:


E com essa crise a galera está topando qualquer coisa para levantar uns trocados!


Mas se você resistiu às visitas dos três espíritos de natal...


.... e contabilizou o que ganhou neste período, 


... pode dizer que 2015 foi um ano intenso - e imenso, que parece não ter fim: até o Lemmy, do Motorhead, morreu. Keith Richards, Ozzy Osbourne e Iggy Pop, contrariando todas as expectativas, continuam a enterrar os camaradas do rock. 



Estas charges são publicadas, em maioria, no meu Instagram: @jaimegbr. 

Desejo a todos os amigos e visitantes um ano de 2016 com muitas mudanças para melhor. Que façamos o desarme de comportamentos e atitudes agressivas para realmente desfrutarmos da paz - a paz que tanto desejamos ao vestir branco e repetimos constantemente durante as confraternizações da virada de ano. E sempre com o bom humor que encontrarmos em charges e cartoons. 


4 comentários:

  1. HAHAHAHA uma melhor que a outra, genial! E os comentários então, nem se fala! Parabéns! kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Considero que 2015 foi um ano bem ruim para o Brasil com toda essa crise política e econômica onde um cara comprovadamente corrupto é visto como o heroi nacional ao abrir o processo de impeachment contra a Dilma, porque parece que não importa as barbaridades que o Cunha cometa, contanto que tire a Dilma e o PT do governo. Enfim, quando a gente pensa que já viu de tudo e que já chegamos ao limite, eles nos mostram que o Tiririca estava errada e que pior do que está fica sim!

    E outra coisa a ser destacada é esse monopólio do pesar que você abordou numa das charges. Sinceramente, ninguém realmente se importa até que eles ou alguém tenham sido atingidos de forma direta ou indireta por essas tragédias. De resto, vejo estas brigas como algo infantil, onde um quer impor ao outro a sua "causa", a sua "dor" e a sua bandeira não haverá tolerância até existir a conversão do lado "errado" pro lado "certo".

    Tirando essa parte que envolve política e economia, talvez 2015 não tenha sido tão ruim. Se a gente for pensar no escândalo de corrupção da FIFA onde Blatter (incrédulo com a chuva de dólares falsos) e Platini foram afastados e o José Maria Marin está na mira do FBI, a gente pode pensar que enfim alguém se mexeu para fazer alguma coisa.

    ResponderExcluir
  3. Olá, amigo, tudo bem?
    O Bordando Palavras ficou temporariamente fechado, mas está de volta com novo link e outras pequenas mudanças.
    Portanto, para receber as minhas postagens, tu deves atualizar o meu link no seu blog.
    Sobre a sua postagem, o ano de 2015 foi bem complicado. As charges demonstram muito bem isso. É lamentável ver tanta sujeira e descaso na nossa política.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. Tu desenhas bem, viu? Acho que tu conseguiste retratar muito bem o ano de 2015. Principalmente, em relação a nossa política. Parabéns! Criatividade em alta por aqui. Beijinhos...

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails