segunda-feira, setembro 20, 2010

Neymar, o monstro!

Esta charge foi publicada na revista Carta Fundamental na Escola, de Agosto de 2010. Agradeço ao Armando Maynard pela informação – a revista entrou em contato comigo e autorizei o uso da ilustração. Grato!

“Os robôs, programados por engenheiros, são sólidos na defesa e velozes no ataque. Jamais se cansam nem protestam, nem perdem tempo com a bola: cumprem sem chiar as ordens do técnico e nem por um instante cometem a loucura de acreditar que os jogadores brincam. E nunca dão risada”.
Eduardo Galeano, "Bocas do Tempo"

Neymar invade a área. Dá um chapéu no zagueiro e é derrubado. Pênalti. A torcida do Santos vibra. O garoto vibra também e pega a bola. Quer completar o serviço.

Do banco, vem a ordem do técnico: é para outro jogador bater a penalidade. Neymar não entende. Quer fazer o gol, é atacante, fez uma bela jogada que deu origem ao pênalti. Acata a decisão do treinador. Frustrado, xinga o treinador. Xinga o zagueiro capitão do time que chamou-lhe a atenção depois de um gol perdido e firulas desnecessárias. Xinga Deus e o mundo.

O que aconteceu, afinal? O diagnóstico foi feito pelo técnico adversário, depois da partida em que saiu derrotado: “Estamos criando um monstro”.

Um monstro. E o termo pegou: Neymar, o Monstro.

O Santos puniu o jovem atleta pela atitude indisciplinada. Corretamente, afinal há regras que devem ser cumpridas e uma hierarquia a ser respeitada. O treinador o puniu deixando-o de fora da partida seguinte. O jogador, constrangido, pede desculpas em público, no vestiário, na reunião com os jogadores, no treino coletivo, no twitter, desculpe, desculpe, desculpe!

Mas não é o suficiente. É um monstro.

É exposto ao massacre. A opinião pública sentenciou: “terá carreira curta”, “é um mau caráter”, “é o novo Bruno”. Todos indignados com a atitude do garoto que completou 18 anos, recém milionário, assediado e imaturo, uma combinação explosiva sem a orientação adequada – e absolutamente necessária, tanto quanto a reprimenda, pois ninguém aqui está defendendo “passar a mão na cabeça” do garoto. Mas não importa, não há meio termo: trata-se de um monstro!

Romário faz propaganda ajudando a vender cerveja. Ronaldo, Luís Fabiano e tantos outros fizeram propaganda ajudando a vender cerveja. O alcoolismo é a 3ª doença que mais mata no mundo. Ídolos nacionais que incentivam o uso da bebida alcoólica. 34 mil pessoas morrem no trânsito brasileiro todos os anos e boa parte destes acidentes é causada pelo uso de bebidas alcoólicas.

Ninguém fica indignado com dados monstruosos.

Jornalistas esportivos rotulam Neymar de outros termos além de “monstro”: “perna de pau mental”, moleque “retardado e desrespeitoso”, “imbecil milionário” e tantos outros. Falam em “respeitar o adversário” estes mesmos jornalistas que não cansam de repetir que o futebol, no tempo de Pelé e Garrincha, era melhor.

Pelé fazia dois gols, pegava a bola no fundo das redes, entregava pro zagueiro atônito e dizia: “Toma, entrega pra tua mãe. Diz que foi o rei quem mandou”. E ainda usava a "malandragem" em um ou outro lance.

Garrincha chamava o seu marcador para dançar na lateral do campo. E gingava com a bola pra um lado, pra outro, o marcador não acompanhava e lá passava o Mané. Não satisfeito, voltava o lance para dar outro drible humilhante no pobre coitado. A torcida dava risada. Mané se divertia. O nome do marcador? Era apenas mais um “João”, segundo Garrincha.

Hoje, Pelé e Garrincha desrespeitariam os adversários. Monstros.

Neymar, o monstro, o terror da juventude, o perigo da moral e dos bons costumes, o violador de menininhas virgens, de agora em diante deverá pedir desculpas pelos dribles. Desculpas pelos chapéus, pelas jogadas, pelo talento, pelas dancinhas ao comemorar um gol. Impropérios, nem pensar, sob a pena de lavar a boca com água e sabão.

Neymar deve se tornar um exemplo de retidão - inclusive para estes mesmos torcedores paladinos da moral que usam de nomes tão feios para xingar os árbitros, esses filhos da **** do c**** bando de c**** e ladrões! Talvez, quem sabe, seja canonizado em breve.

Siga-me sem firulas no twitter: www.twitter.com/jaimeguimaraess

23 comentários:

  1. esse moleque e um marginal, td arrogante cuidado moleque qnto mais alto maior o tombo!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Então... concordo. Em partes.

    Ele não é um monstro. É um menino.
    Isso mesmo, um menino.

    Que precisa de orientação, de bons conselhos e de um puxão de orelhas.

    Com isso, ele jamais será um monstro.

    Desnecessário dizer que é a torcida de todos. Todos os santistas...

    ResponderExcluir
  3. É realmente um monstro....

    Não se intimida. Quanto mais batem nele mais ele entorta o cabra !!!

    Tem a exata percepção da realidade: sabe que é um gênio no meio de cabeças de bagre !!!!

    Ah....a hierarquia.

    As ordens, as regras, caso contrário tudo estará perdido !!!

    Neymar desafia as regras incorretas, como qualquer ser humano desafiaria !!!

    Neymar nos redime no meio de tanta hipocrisia e mediocridade.

    Um técnico medíocre não tem o direito de tirar do menino gênio a possibilidade de mais um lance genial....que ele próprio criou !!!

    Esse técnico sim, devia ser punido !!!

    Imbecil !!!!

    ResponderExcluir
  4. Sinceramente, não gosto do Neymar.

    Claro que ele é um grande jogador, tem todo o potencial para chegar ao nível de grandes jogadores da história do futebol brasileiro. O que eu não gosto é dessa postura arrogante e mimada que ele tem. Está deslumbrado com a riqueza, com o reconhecimento do talento dele. O que é um risco afinal, por causa desses atos de indisciplina e notória falta de maturidade, ele pode estar jogando no lixo a oportunidade de jogar numa Seleção Olímpica ou na Copa do Mundo. Futebol é um esporte coletivo, não individual. Se ele fosse jogador de tênis, ou um Usain Bolt da vida, talvez ele pudesse mesmo ser e agir com arrogância.

    Lembra de como era o clima da seleção olímpica de Atenas quando foram divulgadas fotos de infantibilidades como jogadores baixando as calças dos colegas na concentração? Diego e Robinho foram considerados os vilões e a falta de maturidade deles foi duramente criticada.

    Mas também temos que convir que a mídia exagera demais e é claro que quando mais terrível for o monstro, mais audiência eles terão. Aqui em terras tupiniquins, não existe o meio termo. Ou é 8 ou é 80!

    ResponderExcluir
  5. Esse falso moralismo da imprensa é de doer. Os tele-jornais e programas esportivos são de uma parcialidade absurda, aliás, tendência na TV brasileira. O pior é que o rótulo pega. Pra bem ou pra mal são os atletas que os carregam por muito tempo.
    A verdade é que o Neymar "monstro" gera maior frenesi que o Neymar com problemas de comportamento.
    É a imprensa que de fato dá o ultimato: a vergonha ou a glória.

    ResponderExcluir
  6. Esse Neymar é um moleque, apenas um moleque que nem mesmo o pai dá disciplina.....é um ótimo jogador mas infelizmente sua arrogância é maior e acaba o transformando..

    Cabe ao pai, família dar mais disciplina...e a máscara cair um pouquinho..ta muito mala..se sentindo muito......o dinheiro subiu pra cabeça!

    Agora as campanhas sobre bebidas..BEBA COM MODERAÇÃO......cada um sabe o que faz da vida......não tem nada a ver sua comparação....o que rola sobre o Neymar é dentro de campo....

    ResponderExcluir
  7. Essa charge é bem interessante.
    Verdade! Cada um tem um interesse nessa Copa. Em todos os países é assim, e no Brasil não vai ser diferente.
    Gostei das observações. Jogadores como ídolos. Na verdade, ninguém deveria ser ídolo, por aí ele vira exemplo.E isso requer responsabilidade. E onde está essa responsabilidade?
    Beijos,
    Vanessa Sagossi
    comentandoofilme.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Neymar errou e está sendo punido qual é o problema?

    ResponderExcluir
  9. Jaime, você mostrou bem a situação. A perseguição ao Neymar é típica de uma sociedade hipócrita, composta por pessoas que não sabem se colocar no lugar do próximo, que são contra tudo que brilha, tudo que faz sucesso. O mal que Neymar fez a estas pessoas foi, simplesmente, mostrar-se acima da banalidade geral.
    Abraço,
    Odir Cunha

    ResponderExcluir
  10. Pois é JAIME...

    A inveja, a dor de cotovelo é uma merda !!!

    Vamos lá... vamos meter o pau no Neymar !!!

    Não é sempre que temos esta chance !!!

    Uma coisa é a punição...

    Outra coisa é fazer juízo de valores de quem mal se conhece !

    A pergunta que fica para mim, é a seguinte :

    Quem tem 18 anos neste história ?

    Neymar ou a sociedade ?

    Michel Moretti

    ResponderExcluir
  11. divertido, só não sabia que o Pelé punha a mãe no meio, acho que isso é exagero.

    ResponderExcluir
  12. A rebeldia dele (naquele episódio) é mais do que justa. Própria da idade e do instante de emoção e "cabeça quente". O problema é o que o dinheiro vem fazendo com as pessoas. Acaba se criando e reforçando o inevitavel (que já estamos vivendo há tempos) para quem tem dinheiro e fama não há lei que seja eficiente. Nem hierarquia que resolva. Acabaram de demitir o técnico. Não tenho medo da Dilma, nem do Serra nem do Pstu, tenho medo é do ilimitado poder que o dinheiro confere, a despeito da gente que rala, sua, acumula experiências e trabalho e é vilipendiado pelo poder da grana. Abração, Jaime. paz e bem.

    ResponderExcluir
  13. OMG, ele derrubou o técnico!

    Será que depois da Seleção Francesa na Copa vai ser uma tendência para o futebol mundial? Sabe como é, os franceses ditam moda...

    ResponderExcluir
  14. Vc são ingenuos! quem demitiu o dorival junior foi os patrocinadores do neymar!!!! pensem:os caras investiram uma grana pesada pro jogador ficar no brasil e o tecnico vai manter o jogador fora por 15 dias???? ingenuidade do treinador isso sim! futebol meus amigos é isso, é dinheiro! Márcio

    ResponderExcluir
  15. Vou repetir aqui o que escrevi no Twitter: -Quem nunca mandou alguém tomar no c* em algum momento de raiva? Ainda mais aos dezoito anos!

    O problema todo foi que fez-se um GRANDE REBULIÇO na imprensa e os "ressentidos" aquele drama público.
    Neymar precisa sim, agora, pensar em tudo que aconteceu, e amadurecer...
    Na verdade essa história, me parece, cheirar muito mal, mais do que pensamos saber!

    A maldade é tão grande, que vi ainda agora no "Globo Esporte" aquele repórter metido a engraçadinho, dizer(para chamar a reportagem ao vivo, sobre saída no técnico):
    -E ai fulano, o Neymar já escolheu o novo técnico do Santos?
    MALDADE...

    Mas futebol é isso aí mesmo!!!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  16. O Renê, foi muito infeliz dizendo o que disse à respeito do Neymar. Se ele tinha algum respeito, como treinador, para mim, deixou de ter.
    Acho que o Neymar chutou o balde, pois o estava atrapalhando a sua mente e seu espaço. O Dorival se perdeu; não se pode deixar que se faça o mesmo com o menino.
    O Dorival errou na mesma medida que o Neymar. Por quê só o menino é que sofre a punição?

    ResponderExcluir
  17. Isso é papo de Santista, que um dia ja teve Rei e hj so convive com cabeça de bagre, piranhas e sapos. heheheeh nada nada nada e morre na praia. XD

    Todo neguin que aparece pelas bandas da vila belmiro nego chama de "Genio" de "Novo pelé" vide o tosco do Robinho que nem saber chutar pro gol sabe.

    XD tão dando muita moral pra um cara que não vai durar a "boa fase" nem para a proxima copa.

    e esse cara eh mala sim Jaime! sem essa de que "eh so um menino" tem muita criança com 10 ..12 anos trabalhando, se fudendo e com uma mentalidade bem mais madura que esse mané ae.


    Mas o Dorival tb eh pau no cu, pena que vai pro São Paulo por ser viadinho requisito essencial para ser bambi, digo, são paulino rs

    Eh isso ae, o tosco do neymar se afundando na beirada da praia!

    ResponderExcluir
  18. Que ele merecia punição não resta dúvidas, e ele a teve. Também não gosto do comportamento dele, muitas vezes não é o "ideal", mas ele é um moleque e as circuntâncias de sua vida fazem com que seja compreensível certas atitudes. Cormpreensível não quer dizer que seja aceitável, que fique claro. Creio que o Dorival forçou para sair. Creio ainda que, sem clubismo, se o Neymar fosse de um outro time aí, a tecla batida seria outra. Mas segue o jogo, esse é o preço da fama, ele que aprenda a lidar com ela o quanto antes para não ser massacrado.

    ResponderExcluir
  19. Olá, venho novamente te visitar, eu já te seguia antes com o Blog Malucas de BR, não sei se lembra mas eu fazia uns vídeos com uma amiga minha, agora fiz outro blog, apenas com algumas poucas idéias que tenho.

    "hauahauhauah legau seu blog" rsrsr ..

    Então moço, adoro seus textos, esse msm é uma ótima critica .. o público só enxerga com os olhos da midia, não conseguem analisar melhor a situação e se acomodam com qualquer opinião jornalistica.

    Me faça uma visita se achar necessário .. bjo.

    ResponderExcluir
  20. Olá, venho novamente te visitar, eu já te seguia antes com o Blog Malucas de BR, não sei se lembra mas eu fazia uns vídeos com uma amiga minha, agora fiz outro blog, apenas com algumas poucas idéias que tenho.

    "hauahauhauah legau seu blog" rsrsr ..

    Então moço, adoro seus textos, esse msm é uma ótima critica .. o público só enxerga com os olhos da midia, não conseguem analisar melhor a situação e se acomodam com qualquer opinião jornalistica.

    Me faça uma visita se achar necessário .. bjo.

    ResponderExcluir
  21. Oi, Jaimim.
    Você sabe que entendo de futebol tanto quanto motor de avião, mas esse menino tá surtando. Também pudera, né? Muito novo, muita coisa em "uma cabecinha sem chão e sem teto".
    Esses dias eu ouvi o programa da Kiss FM que fala de futebol e o assunto era o little Santista.
    Deu pau...
    risos

    Beijo, tá?

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...