sábado, março 19, 2005

GROO, O HEREGE, HERE AGAIN

PERSONAGENS PERDIDOS – PARTE II

Ao saber dos prodígios de Jesus, o jovem rico fez, então, o que o Mestre havia pedido: doou todos os seus bens para os pobres. A casa luxuosa, os tecidos persas, o estoque de vinho, azeite, seus animais de carga e libertou os escravos. As pessoas estavam impressionadas, mas o jovem respondeu:
- Sim, pois que somente agora compreendi o que o Mestre disse! O que é poder dos drenários perto do poder do Senhor?

E partiu para Jerusalém. Era uma longa viagem, mas o jovem não se importava. Mesmo se fosse ao Egito encontrar o Mestre, estaria feliz. Apenas por uma vez outra pensou se deveria ter se livrado de TODOS os seus bens:
- Um jumentozinho quebraria o galho legal nesse deserto!

Chegou ,finalmente, a Jerusalém. Mal podia esperar para encontrar o Mestre...qual não seria a alegria de Jesus ao vê-lo...poderia, até mesmo, ser o discípulo predileto do nazareno. Mas a cidade estava um tanto confusa aquele dia. As pessoas corriam em direção ao palácio do governador com pressa. Parecia que um grande evento estava acontecendo ali. O jovem, agora não-rico, seguiu a multidão. Lá,certamente, encontraria Jesus.

À medida que ia aproximando do palácio, ouviu gritos chamando o nome de “Jesus!”, “Jesus!”. Sim, era ele. O jovem encheu-se de alegria. Tinha feito o certo, antes tarde do que nunca... graças aos milagres, a multidão aclamava Jesus como novo governador da Judéia, concluiu. Mas teria que apressar-se, ou não conseguiria ver o Mestre e, assim, poderia ficar sem seu cargo que Jesus certamente lhe daria.

Ao chegar no pátio do governador, a multidão estava inquieta; Havai três homens na sacada. Ele, de longe, não reconhecia nenhum dos três. Então, o homem que se chamava Pilatos falou:
-O que querem que eu faça com Barrabás?
- Liberta-o! Liberta-o!, gritava a multidão.
- E quanto a esse, que se diz Rei dos Judeus?
- Crucifica-o! Crucifica-o!

Chegando mais perto, o jovem não podia acreditar no que via: Era o Mestre Jesus, açoitado e ferido por uma coroa de espinhos, bastante debilitado...o que havia acontecido ali? Onde estava aquele homem cheio de poder? Que era o filho de Deus, capaz de caminhar pelas águas, ressuscitar mortos, transformar água em vinho e alimentar 5.000 pessoas com 5 pãezinhos?

A sentença estava dada. Jesus seria crucificado naquele mesmo dia. O jovem rico não perdia a esperança:
- Será crucificado...Ah, mas na cruz ele se libertará e mostrará pra todo mundo quem é que manda por aqui!
Ainda estava um tanto perdido com seus pensamentos quando viu uma figurinha conhecida e o interpelou:
- Salve, Pedro! Lembra-se de mim?
-Hã? Meu jovem, está me confundindo com alguém...com licença...
-Mas você é Pedro, apóstolo preferido do Jesus!
- Eu? Não conheço aquele homem!

Naquele exato instante, um galo cantou. Pedro começou a chorar e corre em direção de um beco...o jovem não entendeu bem o que aconteceu, mas resolve seguir o cortejo que já ia ao Gólgota, lugar onde eram crucificadas as pessoas que “desafiavam Roma”.

Chegando ao local, Jesus já estava crucificado. Ao redor da cruz, alguns soldados, algumas outras pessoas acompanhando a agonia de Jesus...E o jovem só esperava o grande momento em que o Mestre irá descer da cruz, com toda a glória, e mostrará todo seu poder! “É só esperar”, ele pensa.
E ele espera...
Espera...
Então, o céu muda de cor. Parece que vem uma tempestade. Fica escuro. Ventos fortes. Raios e trovões. “É agora”, pensa o jovem.
Mas nada acontece. Foi apenas uma breve mudança de tempo. Jesus continua lá, pregado na cruz. O jovem aproxima-se. O homem tá lá, mortinho da silva. Ele não se conforma e passa a gritar:
-Sai! Sai daí! Cadê seus poderes??
Os soldados não intervém. Ele continua:
- Se é mesmo Filho de Deus, sai dessa cruz, ô!!! Não é o Rei dos Judeus???
Sem ter resposta, o jovem desespera-se:
-Charlatão!!! Charlatão de 5a categoria!!! Só saber fazer esses truquezinhos de salão??? Droga!!! Eu fiquei liso, sem ter onde cair duro por sua causa! Sai daí!!! Vai!!!
Faz menção de pegar uma pedra e jogar na cruz. Os soldados intervém.
-Fora! Vá procurar o que fazer!
- Mas vocês não entendem!!! Eu larguei tudo pra encontrar esse homem! E agora ele me apronta essa!!!
As poucas pessoas que ali estavam ouvem o jovem gritar e começam a galhofar:
- Ah ah! Que trouxa! Outro fanático!
- O cara largou tudo! Bem feito! Pra largar de ser besta! Ah ah!
- Ei, pessoal! Olha aí, outro trouxa que caiu no conto do Jesus! Ah ah!

Tão revoltado estava o jovem que conseguiu pegar uma pedra e jogar na cruz. Os soldados, desta vez, não foram tão pacientes assim e deram uns pontapés para expulsá-lo. Um dos galhofeiros comentou:
- Eh eh...viu, amigo, o que dá jogar pedra na cruz???

O DESTINO DO JOVEM (QUE NÃO É MAIS RICO)

Perambulando pelas ruas de Jerusalém, seus olhos queimavam de ódio contra Jesus e seus seguidores. Graças a ele, era motivo de escárnio das pessoas, que comentavam:
- Olhem aquele jovem...largou toda sua riqueza para seguir aquele que se dizia filho de Deus....
- Que idiota...

Era esse o quadro. Sem perspectivas, sabe que não pode ficar mais na Judéia, pois é motivo de piada e seria sempre lembrado. Foi então que esbarrou num quartel romano, onde havia um cartaz:

JOVEM,AS FORÇAS ROMANAS DO DIVINO CÉSAR PRECISAM DE VOCÊ! FAÇA PARTE DO PODEROSO EXÉRCITO ROMANO E TORNE-SE CENTURIÃO! AVE!

Como não tinha nada mais a perder, alista-se na legião estrangeira do exército romano e no mesmo dia embarca para Roma. Depois de alguns meses, chega a capital, recebe o treinamento e torna-se um feroz soldado romano em pouco tempo. Ao saber das atividades de cristãos na região de Jerusalém, repete sempre com um brilho estranho no olhar:
- Mal posso esperar para ser destacado de volta...eles vão me pagar!

Mas o jovem estava perdidamente apaixonado por uma moça muito bela e pertencente à aristocracia romana. Por isso o romance era abafado. Seria um escândalo se viesse à tona, pois a moça era filha de general. Só que o romance começou a ruir quando ninguém menos que o Imperador botou os olhos na moça e quis botar algo mais. E o jovem revolta-se:
- Só porque ele é imperador de Roma? Só por isso tu vais deixar-me?

Mas deixou. A moça acabou levando uma lembrancinha do jovem soldado: estava grávida. O imperador nem ligou muito, mas começou a preocupar-se quando o soldado armou campana na frente do palácio e passou a gritar todas as noites o nome de sua amada.

Sem alternativa, o imperador resolveu jogar o jovem soldado aos Leões. Mesmo pedindo perdão de joelhos, implorando, prometendo sumir, não deu certo. Arrastado para o Coliseu, foi trancafiado junto aos cristãos. E estes diziam:
- Irmão, tende fé, pois Jesus voltará e nos salvará...
O jovem grita ao centurião:
-Centurião, como é, vai demorar muito pra gente entrar na arena?

E foi esse o destino do jovem que era rico e ficou esquecido nas páginas bíblicas.

Meses depois nasceu a criança, um menino adotado pelo imperador. A ele foi dado o nome de Lucius Domitius Ahenobarbus Nero, ou Nero, pros íntimos.



Na próxima semana... outro personagem enigmático e perdido "recuperado" pelo Groo...

Um comentário:

  1. Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now keep it up!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails