sexta-feira, outubro 28, 2011

Pombo correio

- Mas isso é chato, é música do tempo da minha vó!

Desta vez Miro não se conteve e reclamou com o professor de violão. Há 3 meses tomando aulas, já conhecia algumas notas e ritmos através de músicas das quais ele sequer sabia a existência até então. Da óbvia “Parabéns a você”, passando por “O cravo e a rosa”, o repertório incluía músicas do Roberto Carlos e até Geraldo Vandré, com o hino “Caminhando e cantando”.

O professor - sujeito boa praça de meia idade - explicava com paciência que o aprendizado era lento e era preciso conhecer outros ritmos musicais além do rock que o rapaz tanto apreciava. Na verdade a intenção do jovem era justamente aprender a tocar umas notas e uns acordes para montar uma banda. Não podia ser difícil: os Ramones faziam música com três notas em canções que duravam 2 minutos.

- Ao tocar tais ritmos você entra em contato não apenas com novos arranjos musicais, mas também forma um repertório legal para tocar numa rodinha de violão com os amigos. - explicou mais uma vez o professor.

- Rodinha com a galera? Tocando essas músicas? Ah, qualé, nem pensar. Por exemplo, essa música de hoje... é isso mesmo? Pombo Correio...

- .. voa depressa / e essa carta leva pro meu amor... é uma canção legal, tem um ritmo bacana e as garotas gostam, sabia?

- Só se forem as garotas do seu tempo. Desculpa, mas isso não é música pra tocar com a galera. Até hoje nunca contestei as músicas estudadas, apesar de não gostar delas. Mas hoje me vê uma música mais moderna, sei lá...já que você não quer ensinar um rock de verdade, passa aí uma coisa mais leve, tipo Legião, Engenheiros do Hawaii...

O professor achou melhor ceder, embora a contragosto. Sabia que a banda Engenheiros do Hawaii regravou um sucesso dos anos 60, a música “Era um Garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones”, em uma versão que o professor apreciava. Como eram poucas notas e o ritmo bem simples, resolveu ensiná-la para o aluno. E durante 1 hora de aula naquela tarde o que mais se ouvia na sala era o tata-ratata tata-ratata, tara-ratata tata-ratata...

O rapaz, claro, ficou empolgadíssimo por dois motivos: primeiro porque variou o repertório para uma música mais moderna, com uma pegada pop, e não aquelas velharias das quais o professor sempre passava; além disso, no fim de semana a turma estaria na pracinha e inclusive Ritinha, a moça pela qual ele estava apaixonadíssimo, mas ela nem dava bola. Quem sabe com uma música ao violão a garota finalmente não o notaria?

Miro treinou bastante não apenas o tata-ratata, mas também algumas músicas que traziam as cifras em revistinhas: Legião Urbana “porque todo mundo gosta de cantar ‘Pais e Filhos’”, pensou o rapaz; e, claro, Raul Seixas, “porque sempre tem alguém pra berrar ‘toca Rauuuul!’”. Até pensou em tocar uma música do Djavan “porque a mulherada gosta”, mas além de ter cifras complicadinhas, não entendia nada do o sujeito cantava.

Decorou tão bem as músicas que no final de semana, na pracinha, fez algum sucesso entre os amigos com o violão – principalmente na hora do tata-ratata tata-ratata; fez bem em decorar “Cowboy fora da lei”, afinal alguém pediu para tocar Raul, é claro. No entanto toda a empolgação e as músicas decoradas não chamaram a atenção de Ritinha, que só animou um pouco com “Pais e filhos”. Quando ficaram um tempinho a sós, ele tomou uma dose de coragem e perguntou:

- Não gostou das músicas?

- Não são bem os estilos que eu gosto – respondeu a garota, um tanto indiferente.

- E de que estilo você gosta? – insistiu o rapaz.

- Gosto de músicas mais calmas, antigas...

Miro lembrou-se das aulas de violão e do pequeno repertório de velharias que o professor passava. Quem sabe alguma das músicas que ele havia aprendido não fazia parte do gosto da bela garota?

- Me diz uma música que você gosta, então. Talvez eu saiba tocar...

Apenas neste momento a garota olhou para o rapaz com mais atenção e perguntou:

- Jura? Conhece uma música chamada “Pombo Correio”? Adoro essa música! Meus pais vivem cantando lá em casa, eles se conheceram no carnaval enquanto tocava essa música, acho tão fofo!

No dia seguinte, de manhã bem cedinho, Miro já estava na porta da casa do professor implorando por aula extra e um horário especial. E que ele prometia jamais contestar novamente o repertório que o professor passava – mas exigia aprender “Pombo Correio” imediatamente!


Salvador, 03 de Setembro de 2011 - um exercício literário despretensioso

12 comentários:

  1. Jaime,

    Nessa idade, a gente até pula de pára-quedas pela Ritinha.

    =D
    Satoru

    ResponderExcluir
  2. Oi Jaime!!!

    Ah muito bom! ahhashashhsas
    Sim os Ramones fizeram música com 3 acordes e 1 batida XD.
    Ah eu ta,bém considero Poe como um dos meus escritores preferidos...quem dera eu tivesse um pouquinho da habilidade que ele tinha para escrever devaneios e insanidades psicológicas!
    AHSASHASH nossa, já pensou se numa sessão espírita baixasse o Espírito do Poe? Tinha que pedir um autógrafo psicografado kkkkkkk.
    Meu primeiro contato com Poe foi ainda no ginásio, acho que eu tinha uns 12 anos...e li um texto dele chamada Retrato Oval..sensacional! Tem até um filme mudo que mescla esse conto com Casa de Usher.Depois acabei conhecendo as demais obras.
    O poema Corvo é um clássico. Não é meu conto preferido mas admito que é sensacional e se olharmos ele pelo ponto de vista de Poe, podemos entender todo o deszespero que ele sentia. Sem falar que as personagens femininas que ele descrevia sempere nos fazem lembrar de sua falecida esposa. A beleza melancólica pré-morte ou algo assim.
    Olha sobre esse lance de ele ter ficado num quart oque dava para o cemitério eu não sabia! Mas que ele era uma pessoa meio perturbada e atraída pela morbidez é um fato. Mas muitos escritores daquela época eram assim..por isso que esse periodo literário foi nomeado como Mal do Século
    bjs!

    ResponderExcluir
  3. Kid Jaminho!
    Ótimo!

    Até que o Miro não vai ter muito trabalho com a Ritinha, rsrs, comigo ele teria que aprender o "Por una cabeza", cantando em espanhol e tudo, e ainda imitando o Gardel, quer mais? Nada menos que isso!

    O "Caminhando e cantando..." é clássica, apenas duas notas e tu mata ela! Por isso, todo mundo usa de início.
    Mas tocar violão, nossa doe muito nos dedos! Tentei aprender, mas não deu, e como não iria mesmo conquistar ninguém com isso, desisti.
    Mas certa vez, consegui um violão emprestado com um colega de trabalho, e peguei essas revistinhas com notinhas, essas que você escreveu no texto, não consegui nada, amigo!

    Mas de repente... dedilhando aqui e ali, fez-se o milagre... comecei a ouvir alguma coisa conhecida. Repeti a combinação...,"espera aí, conheço essa melodia", anotei a coisa, repeti e repeti, conclusão Jaiminho:
    sei tocar uma única música no violão, dedilhando e tudo, muito chique! Sabe qual é a música?
    A marcha fúnebre!
    Pior Jaime, é verdade, sei a Marcha Fúnebre, que até é bem alegrinha! Lembra o ritmo? Mas acho que na adolescência não ia conquistar ninguém com ela, né?
    Então, desisti!
    rsrs

    Ótimo Jaiminho!

    Beijinhos e te cuida!
    Ótimo fim de semana! Participa aí da Feira do Livro, a de vocês é nessa época também? A aqui de Porto Alegre, tá rolando!

    ResponderExcluir
  4. Esses moços sempre entrando nas aulas de música para conquistar as menininhas... Já dizia o finado Bussunda, no alto de sua grã filosofia: pra fazer sucesso com as mulheres, o cara ou tem que ser bonito ou tocar violão. Se não se encaixar em nenhuma das duas possibilidades, só resta ser engraçado. Então, torço para que os rapazes persistam no charme do violão e não se esqueçam daquela do Candeia.

    bjohnny!

    ResponderExcluir
  5. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    "Vai q Cola" asuhshaushau

    São pequenos gestos q fazem toda a diferença!

    Adorei o texto, beijos e ótimo Halloween \o/
    kkkkkkk'

    ResponderExcluir
  6. Lembrando aqui da primeira e única música aprendida com muito suor e sangue ao violão:folhas de outono(penso que seja esse o nome da música),de Roberto Carlos.Tenebroso..
    Eu tenho uma raiva dessa música desse pombo maldito,penso que seja mais pela voz do Moraes Moreira(irritante).
    Ah,tbm sei tocar "parabéns pra vc",com muita lerdeza,então,podem me convidar para inúmeros nívers que dou uma palhinha,o problema é que até eu terminar de tocar o "parabéns pra vc",a festa já vai ter terminado.Enfim,é um desastre total minha vida de instrumentista.
    Beijão,Jaime!Um lindo domingo para ti.Dani.

    ResponderExcluir
  7. Que bacana..jura que eu sorri aqui na frente da tela.....

    Amei teu conto!!

    Um beijinho de boa semana!!

    ResponderExcluir
  8. ah esqueci ( to parecendo a Cissa rsrs ).

    A charge também super criativa e bem humorada!!

    Parabéns Jaime!!

    ResponderExcluir
  9. Prezado poeta Satoru,

    ...e pela Renatinha, pela Moniquinha, pela Fernandinha... =D

    ***

    Oi, Tsu!

    Ramones: geniais! Sem mais e sem ais! rsrs

    Genial também é o sr. Poe, com alguns "ais" de terror e suspense. Já pensou se ele "baixasse" em uma sessão? Talvez viesse sob a figura de um gato ou de um corvo...rs

    Isso, o mal do século. Já leu a obra do alemão Goethe, "Os sofrimentos do jovem Werther"? Desencadeou uma onda de suicídios na Europa - eu acho exagero atribuir isso ao romance, mas é o que muitos dizem. Aliás foi com esse romance que o alemão inaugurou o Romantismo. É belo e também trágico.

    Bjs!


    ***

    Oi, Cissa, Cissinha!

    Ah, eu também "tocava" a marcha fúnebre. Meu tio, sempre com uma piadinha, disse que eu "animaria velório". kkkkk Onde já se viu? rsrs Mas se eu tocasse um violão no cemitério os fantasmas me expulsariam de lá na hora! rs

    O Miro não vai ter trabalho com a Ritinha...fosse a Cissinha ele teria uma missão impossível! rs Imitando o Gardel? Pobre Miro! Tudo o que ele quer é imitar o Johnny Ramone! rsrs

    "Caminhando e cantando" eu mato de outras formas! hahaha "Tocando" é o melhor exemplo! rsrs

    Obrigado pelo comentariãoooo, Cissa! E aproveite a feira do livro por aí também! Beijinho!

    ***

    Olá, moça cabrofriense!

    Sabe o que é pior? É quando o cara aprende violão e monta uma banda para tocar guitarra. Sabe como é, guitarristas fazem sucesso...aí ele percebe que as garotas estão mesmo a fim do baterista!

    Ê, Miro! rs

    Bjks!


    ***

    Oi, Laura!

    Obrigado! :) Será que o Miro teve sorte? Será que colou? rsrs

    Beijos! Pra você também, aproveite! :)


    ***

    Oi, Dani!

    Quando você escreveu "pombo maldito" lembrei da propaganda "pôneis malditos" rsrs Tadinho do pombo, ele não tem culpa do Moraes Moreira aprontar isso com ele rs

    Minhas tentativas no violão e guitarra foram infrutíferas e desastrosas - para não dizer vergonhosas. Deixa pra quem sabe rsrs

    Beijo, Dani, ótima semana pra ti também! :)


    ***

    Oi, Ma!

    Que bom, obrigado! Fico feliz que tenha gostado - sorriso aqui na frente da tela rsrs

    haha Tá pegando os hábitos da Cissa e esquecendo as coisas? Mas não é só ela, não, eu também tenho essas coisas rs

    Beijo e ótima semana pra você também!

    ResponderExcluir
  10. Jaime, meu amigo, eu fiz questão de ler seu texto em voz alta no almoço aqui em casa, o Nenê (que já teve sua fase Miro de ser, igualzinho!!! rs), riu tanto e tanto!!! Meus pais adoraram. E qto a mim, vc já sabe, amei de paixão! Eu fico pasma e muito feliz com tamanha criatividade e capacidade de criação! A charge tb ficou perfeita, tudo a ver. Parabéns amado, amigo! Parabéns mesmooo!!! super beijo, Lê

    ResponderExcluir
  11. , minha querida amiga, o seu relato é maravilhoso! Muito obrigado, viu? Nem tenho palavras para expressar tamanho contentamento e admiração. "Gracias", que é mais bonito e significativo do que "obrigado". :)

    Um beijo pra você! :)

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...