segunda-feira, março 09, 2009

Fé de mais não cheira bem

Devo dizer que tenho uma formação católica. Fui batizado, fiz primeira comunhão e fui crismado na igreja católica apostólica romana. Não sei se deu muito certo, pois vou à igreja apenas de vez em quando e só me confessei ao padre uma única vez.

Devo dizer também que gosto de três santos: Santo Antônio, São Francisco de Assis e do SantosFC.

Parafraseando o sombrio príncipe dos sociólogos FH, o Cardoso, eu tenho um pezinho no catolicismo; mas nem por isso concordo com o que diz o Vaticano sobre temas como homossexualismo, preservativos e eutanásia. O aborto, a meu ver, é questão bem mais complicada, pois envolve não apenas princípios religiosos. Conheço uma pessoa que se declara ateu e incrivelmente se posiciona contra o aborto por uma série de razões, menos religiosas.

Tenho lido as mais diversas opiniões sobre este caso da menina de 9 anos estuprada pelo padrasto em Pernambuco, da excomunhão dos médicos (por realizarem o aborto) e da mãe da garotinha (por autorizar o procedimento feito pelos médicos). Que a igreja católica tem saudades da idade média, que é a volta da inquisição, que a igreja é retrógrada, que já mandou muita gente pra fogueira injustamente, que a igreja abafa escândalos com padres pedófilos, que se omitiu durante o holocausto na 2ª guerra, que o Papa é isso e aquilo, etc e etc.

Com exceção das teorias conspiratórias malucas, todos têm razão com estas considerações. Além disso, a igreja católica mantém sua rígida postura mesmo diante de um caso terrível e absurdo, como este da menina em Pernambuco. Mas pensando bem, a igreja católica está sendo coerente com uma diretriz que vem defendendo há tempos. Se por um lado é revoltante, por outro não há espanto com as palavras do bispo José Cardoso Sobrinho e a resolução do Vaticano.
Todos nós já sabemos o que pensa e prega a Santa Sé sobre o aborto, o homossexualismo, a eutanásia, os preservativos. Se interfere na opinião dos fiéis? Interfere, claro. Mas tente explicar a um católico fervoroso o que foi a inquisição. Tente explicar a um fiel da Universal que o Bispo Macedo é um picareta. Tente explicar a um fiel da Renascer que o Apóstolo e a Bispa são dois bandidos. Quando tem aquela fé cega envolvida, fecham-se os olhos da razão.
E nisso de bater o tempo todo e dar tanta atenção ao que diz a igreja católica (estamos em um estado laico, a igreja não apita, ao menos oficialmente, por aqui, mesmo que quisesse entrar na justiça para impedir o aborto: a legislação brasileira permite tal procedimento se a mãe correr risco de morte e se a gravidez surgir em decorrência de estupro), esquece-se do que deveria ser a principal indagação neste caso em Pernambuco: o que está acontecendo para que tantos casos de abuso e violência sexual contra crianças surjam todos os dias no Brasil?

Ao invés de bater naquilo que já sabemos (e enquanto Chico Bento XVI estiver por lá isso não vai mudar) deveríamos nos perguntar o que vem contribuindo para que este aumento no índice de abusos e violência sexual a crianças que vem ocorrendo no Brasil. Pra mim este é o foco que não devemos perder de vista, é com isso que devemos nos indignar e não cobrar que a igreja faça isso ou aquilo, até porque ela já demonstrou que não abre mão de seus dogmas. Cobrar da justiça brasileira punições mais severas para estes violentadores e exigir que a CPI da pedofilia seja de fato relevante e não tenha o mesmo fim da CPI das ONG’s são boas pedidas, bem mais interessantes do que lançar “campanhas” para a “excomunhão” de bispos, padres, etc.

Eu mantenho minha fé em Deus sem precisar de Papas, bispos, pastores e apóstolos como “despachantes” da fé – na verdade, ninguém precisa destes despachantes, afinal o Reino de Deus não é burocrático como o inferno (leia-se repartição pública brasileira). E mantenho minha fé nos meus três santos preferidos: Santo Antônio, São Francisco de Assis e no SantosFC, que já tem um candidato a novo reizinho na Vila, o garoto Neymar, de 17 anos. Nesse eu boto fé!

20 comentários:

  1. Eu tbm mantenho minha fé, sem precisar ir à igreja, instituições capitalistas !!!

    www.tutoart.net

    ResponderExcluir
  2. Groo, fé cega, faca amolada!
    Queria te falar uma coisa: não acho que os casos de abuso e violência sexual contra crianças estejam aumentando. Acho que as denúncias, sim, estão crescendo. O abuso existe desde sempre.Em algumas regiões do Brasil comete-se esse tipo de violência desde sempre e ninguém tem coragem de denunciar. Nem a mãe das crianças e nem a própria criança ( e aí incluo meninos e meninas). E quando a culpa se mistura a toda essa questão da violencia? "Abusou, comeu? A culpada é a sem-vergonha da garota, oferecida e toda espevitada". Você já ouviu esse comentário, né?
    Almodovar criou belíssimos roteiros em cima do abuso sexual nas velhas escolas de padres....
    E nos Estados Unidos, onde o estupro de moças no high school ocorre com frequência? Todo mundo toma todas, cheira todas, ingere todas e de repente partem pra cima da moça que, muito louca, tirou o sutiã na festinha.....
    Mas se o abuso sexual aumentou, de fato, eu gostaria muito de ler uma pesquisa sobre esse tema.
    Existe limite para a nossa crueldade? Cada vez me assusto mais!
    Escrevi demais, sorry! um abração pra você!

    ResponderExcluir
  3. Hahahaha eu ri muito com teu blog é uma maravilhsa muito bom.

    BLOGdoRUBINHO
    www.blogdorubinho.cjb.net

    ResponderExcluir
  4. Você é muito bom na crítica.
    Esse post está especialmente bom, e o de baixo, sobre o dia das mulheres também.

    ResponderExcluir
  5. Vamos lá... rs Fugi do espancamento das mulheres e consegui te visitar para postar um comentário, Groo. rs Olha, eu não acredito em Deus da forma que ele é conceituado. A minha concepção de divino de que Deus está nas suas boas ações e no seu modo de se relacionar com o mundo. Esse Deus que está aí foi criado pelo homem... Por isso não posso acreditar em uma história. Bem, religião é sempre questão de referêncial como você disso. Vai dizer para um grego há naõ sei quantos anos atrás que Zeus não era ninguém. Ele te crucificaria de pontacabeça! Bem, O fato de eu não acreditar em Deus naõ significa que não sou uma pessoa boa (muitos tem essa idéia ainda). E também não nego a existência dele para uma pessoa que tem essa fé. Não acho justo isso.

    No caso da menina, eu juro que ainda fiquei com aquela revolta adolescente da Igreja quando se aprende que existiu a Inquisição. E não fui só eu, muita gente queria que esse bispo excomungasse a (perdão pela expressão) "uta que o pariu". Mas como você disse no post, e muito bem dito, não adianta se revoltar contra a Igreja, ela não vai mudar. Saudade de João Paulo II (mesmo não acreditando nas crenças da Igreja católica, eu gostava dele). As leis da Igreja, pra mim foram criadas pelos homens, e as leis nunca são justas. Há uma grande diferença entre justiça e lei. Tanto é que o único que não foi excomungado foi o... Ah... ESTUPRADOR. Grande justiça divina...

    Bem, os médicos não vão deixar suas crenças de lado sendo expulsos da Igreja. E muito menos vão deixar de continuar salvando crianças, mulheres, adultos, velhos, por simples idéias retrógradas imbecis que não cabem na sociedade contemporânea. Fico feliz pelos medicos, por terem feito o que fizeram.

    E temos mesmo é que botar em pauta, não a Igreja, deixa ela pra lá, e sim esses casos nojentos de pessoas doentes que estupram menininhas de 9 anos...

    Valeu, Groo!!!

    Nossa, exagerei dessa vez. Me empolguei. rs

    ResponderExcluir
  6. Gostei de sua análise sobre o comportamento da igreja no caso da menina de PE. Tristeza maior que ver a igreja excomungando os que participaram do aborto, é ver que agressões à crianças está aumentando!
    Abraços de Cleiton!
    http://cgfilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Groo!

    Lá respondi lá no artigo debaixo sobre sua visita em meu blog.

    Cara escrevi tanto sobre a atitude desse padreco lá no Balio do Kotscho, que não aguento mais.

    Seu texto, nada acrescentar...supimpa!

    ResponderExcluir
  8. Eu acredito numa força superior que rege o universo e todos nós, todos nós negros, brancos ou pardos, gays, heteros, bis,pans, judes,catolicos,evangelicos..Enfim..Todos os seres humanos!

    www.los-cookies.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Adorei suas criticas!
    Muito mesmo
    Me senti politicamente correto

    ResponderExcluir
  10. olha, discutir religião eu não pretendo discutir... eu seria contra o seu texto se n fosse pelo último parágrafo do mesmo... vc citou q continua mantendo sua fé em Deus, independentemente de tais líderes religosos.. e vc estah devidamente correto em afirmar isso! Nós devemos olhar para Deus nesses dias terríveis... claro q existem líderes corretos, mas todos nós somos seres-humanos e estamos aptos ao erro...

    Mas óh! sóh uma dia... cuidado para não generalizar !!!!
    flwww
    www.tonblogando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Groo, meu caro, concordo com quase tudo. Só acredito realmente que os abusos contra crianças não aumentaram no Brasil. De fato, segundo estatísticas, diminuíram. A questão é que as pessoas estão menos temerosas e, portanto, passam a denunciar.

    a Igreja Católica, com toda a hipocrisia que lhe é peculiar - histórica e ideologicamente -, é coerente ao manter-se sempre contrária a eutanásia, abortos e "violências contra a vida". A questão dos preservativos é inevitavelmente temporal. Daqui a alguns anos ela transigirá.

    Quanto aos santos, bem, o Santos FC, só o de Pelé, que cheguei a ver jogar, nos anos 70.
    Dava gosto. Nunca vi nada igual num jogador de futebol.

    Grijó

    ResponderExcluir
  12. Vc tem razão ao dizer que devemos olhar mais para a justiça do qe para o que a igreja fala. Mas veja também que é por culpa da igreja e de seus dogmas preconceituosos que muitas pessoas sofrem. A Igreja CAtólica tem o potencial de influenciar milhares de pessoas. E mesmo um ateu vive sobre regras da igreja, que já se toranram comuns no nosso cotidiano. Nao só a justiça tem que acontecer...Mas a Igreja tem que paar de ser vista como a salvação. AS leis da igreja só trazem miséria para as nossas vidas! Se pregassem os ensinamentos de cristo, que ach oque não era preconceituoso, e tratava todos iguais ,seria uma coisa...mas eles pregam tudo para os seus interesses! E quem sofre amis ainda com isso sao as minorias.

    ResponderExcluir
  13. Você tocou num ponto interessante. O que fazer para evitar que esses crimes aconteçam?
    Tudo bem que o caso da excomunhão ganhou o mundo. Mas, realmente, Milton cantou bem a definição de fé... "Fé CEGA, faca amolada".

    ResponderExcluir
  14. Divertido seu blog, assunto bem polêmico neste seu último post mas muito bom!
    Sucesso! =)

    http://br.geocities.com/neowellblog

    ResponderExcluir
  15. A igreja sob o comando de Bento tenta voltar às suas raízes, mas não a do período de seu nascimento, mas auxiliada pelos meios de comunicação, tenta recriar os dogmas do período medieval.
    Todos ficamos indignados com a postura do tal bispo, mas poucos questionaram, bradaram e cobraram punição contra o padrasto e possível omissão da mãe.
    A cpi da pedofilia pode não estar acabando com este horror cometido contra as crianças, mas está, como em diversos países, incentivando para que os casos sejam denunciados e os envolvidos sejam punidos, é já um bom começo.

    ResponderExcluir
  16. O pessoal ficou chocado com a postura da igreja. Eu não. Chocado ficaria se ela agisse diferente, estaria sendo controversa. Mas a igreja, com essa postura, segue coerentemente suas idéias incoerentes sobre o rumo do mundo. Paradoxo.

    Agora, botar no Santos FC, hein.. A coisa tá mals mesmo. hahah

    ResponderExcluir
  17. Nossa esse caso só retrata o que acontece di-a-ria-men-te! é impressionante como tem gente doente nesse mundo! Lembro qdo eu era pequena q tinham uns dois, DOIS, amigos do meu pai que me olhavam com cara de tarado. Dois cretinos! Eu to torcendo muito pra esse padrasto da menina ir pra uma cela beeeem lotada, com uns negões bem espevitados, pra ele pagar pela safadeza-crueldade-semvergonhice-e mais uns 100 adjetivos que eu poderia citar...
    Ahhh, o mais bizarro desse bispo foi dizer" mais grave que o estupro é o aborto".
    Deus que me perdoe, mais vaiiiiiii tomar banho!
    É por essas e por outras que eu já fui católica, já fui evangélica e hoje sou cristã, felizona da vida graças a Deus.
    Eu me deliciooo com seu blog, adoro seus posts, amanha leio os outros!=)
    Bjooo querido

    ResponderExcluir
  18. Tb fiz todos esses rituais, de crisma, primeira comunhao, batismo e hoje sou ateu, a igreja catolica eh uma instituição que eu sinto nojo

    ResponderExcluir
  19. Parcialmente concordo com a sua colocação ,porém discordo plenamente da sua concepção medíocre a respeito da influencia da igrja católica na sociedade, claro ,ñ posso discordar que a igreja fez muitas coisas erradas no passa ,no entanto ela é composta por HOMENS e homens possuem sentimentos e desejos e consequentemente estão subtidos á errância!!!! Ou vc que está lendo este comentário é de ferro e nunca errou??? A igreja é santa pois tem origem divina e pecadora por que é governada por homens!!!!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails