quarta-feira, março 26, 2008

BIG BROTHER É A REFERÊNCIA DE SUCESSO NO BRASIL?

E hoje chega ao fim o edificante programa Big Brother Brasil, que durante meses atraiu as atenções de parte da população, virou tema de discussões tanto em botecos quanto faculdades, os portais de internet, jornais, revistas e programas de TV dedicavam páginas e tempos consideráveis para uma atração repleta de...vazios. Afinal, qual é o fascínio em se espiar a vida de quem só come-dorme-malha-conta piadas? Mas para o apresentador do programa, o intelectual Pedro Bial, os que ficam confinados na casa são “guerreiros” e “heróis”.

Coincidentemente, na mesma semana da “final” do Big Brother, chega ao Brasil (deportada) a cafetina Andreia Schwartz, que serviu como informante no caso que derrubou o governador do estado de New York, Eliot Spitzer ( entenda toda a história
aqui). A cafetina, que já planeja escrever um livro contando suas peripécias, foi cercada pelos repórteres como se fosse uma estrela de Hollywood. Nem Pelé, que estava no mesmo vôo, foi tão assediado quanto Andréia. E, segundo um amigo da cafetina, ela é uma “heroína no Brasil”.

Este Grooeland não tem pretensão e nunca terá de querer “posar de paladino da moralidade em torno desta falta de valores no Brasil atual”, mas é preocupante constatar o quanto se valorizam figuras absolutamente descartáveis, vazias, que muito pouco tem a oferecer.

Isso fica evidente quando damos uma pequena olhada no
blog de uma das participantes do BBB, a tal “finalista” Gisele:

Tudo q eu quizer o cara la de cima vai me ajudar e me dar toda coragem q eu puder e nao vai me faltar forcas p lutar,tudo q eu quizer eu vou tentar melhor do q ja fiz esteja meu destino onde tiver eu vou tentar a sorte ser feliz,estando com vcs eu sou forte pode crer o sonho estar no ar amor me faz dancar….muitos beijos carinhosfiquem com deus e liguadinhos hoje anoite;-0

O “conteúdo” interessante estende-se em outros posts:

oi pessaol bom dia p vcs,estamos com a visita da debora secco aqui na casa estar sendo muito legal a companhia dele muito agradavel uma pessoa muito gentil.espero que esteje tudo bem ai fora eu tou aqui ja imaginado a hora de ver vcs e minha familia que tenho muita saudade sem perde a garra de lutar.fique com deus merci por tudo;-)abracos carinhos p meus amigos da net vcs sao d+.nao v falar bobage

O grande problema não é a Gisele escrever desta forma ou ser incapaz de articular parágrafos lógicos e concisos sobre algum assunto ( mesmo que seja o vazio e o entendiante Big Brother); o grande problema é que uma Gisele vai tornar-se referência de sucesso para milhares de pessoas que assistem TV, acessam internet ( e acessar a internet deixou de ser exclusividade para as chamadas “classes A e B” com o
fenômeno das lan houses que surgem aos montes desde periferias a pequenos lugarejos do interior).

Não se trata de superestimar o poder de moldar comportamentos por parte da TV e tampouco subestimar a autonomia das pessoas. A “caixa mágica” está presente em
praticamente 98% dos lares brasileiros e ainda é a principal fonte de informação para milhares de pessoas. Informação e lazer, além da pretensa cultura. O conhecimento na sociedade difundia-se através de livros, escola, tradições orais (as velhas histórias contadas de pai para filho). Hoje a TV encarrega-se da difusão do conhecimento – se tal conhecimento é válido ou não seria outra discussão. Tanto que o professor Giovanni Sartori afirma que

A televisão não é somente um instrumento de comunicação; é ao mesmo tempo também paidèia [formação da criança, do homem], um instrumento “antropogenético” um meio que gera um novo ánthropos, um novo tipo de ser humano”.

Claro que isso não pode ser considerado como verdade absoluta, até porque seria até uma afronta duvidar da capacidade do ser humano de ter espírito crítico e autonomia. Mas por outro lado verificamos que essa “formação” vem mesmo ocorrendo principalmente entre boa parte dos adolescentes e dos adultos jovens.

Qual é o modelo de ascensão social vigente no Brasil? É se tornar ator, atriz (global, de preferência), jogador de futebol, pagodeiro ou cantor popular, modelo, ser famoso de alguma forma. Nem que seja tornando-se uma cafetina de luxo ou amante de um senador da república. O que vale é a fama e o dinheiro instantâneo.

E, se repararem bem, em nenhum destes referenciais de sucesso encontra-se relação com estudo, com escola, com leitura. Pelo contrário, neste mundo de fama e sucesso, até professora tem o sonho de virar uma atriz famosa, segundo a “pedagogia Xuxa”. A escola tenta de todas as formas atrair os jovens para que não desistam dos estudos. O mantra da aula “prazerosa e agradável” constitui-se num grande desafio aos professores com carga horária estressante e escolas sem recursos. Fazem o que podem, mas muitas vezes os alunos gostariam mesmo é de ter um controle remoto em mão para “zapear” por outros “canais”.

Não se trata de culpabilizar a programação da TV – é apenas uma constatação do que realmente acontece nas escolas e outros meios sociais. Uma alternativa interessante é utilizar estes programas de TV nas aulas. Poderia no mínimo gerar um debate sobre valores que temos hoje em dia e a sociedade que gostaríamos de ter.

E quando uma assembléia legislativa composta por vereadores eleitos pelo voto popular para legislar em prol da cidade resolve oficializar a futilidade ( aliás, trabalho de vereador parece ser a coisa mais fútil no Brasil) sob novamente o argumento de "sujeito desempenhou um papel importante" é porque a coisa chegou a um ponto complicado:

"Infelizmente não vemos com freqüência, pessoas comuns, homens e mulheres simples sendo agraciados e homenageados à altura de sua importância para a sociedade. A homenagem é mais do que justa por se tratar de uma pessoa que é a cara do Rio", disse o vereador Alberto Salles (PSC)durante a solenidade que premiou com a medalha "Pedro Melo" o ex-participante do programa Big Brother, Augustinho Fernandes, por "reforçar a imagem do carioca ao Brasil" ( confira a notícia AQUI).

Quem sabe se o blog da Gisele não poderia ser utilizado nas aulas de português e redação? Um exemplo de como não se deve escrever... um exercício interessante: reescrever, com concisão e coerência, o que a moçoila tentou passar para seus fãs. Talvez seja uma boa idéia...!

Enfim, este é o quadro que nós temos atualmente. Futilidades e sub-celebridades descartáveis que alcançaram seus 15 minutos de fama são os modelos de ascensão para milhares de pessoas que sonham em um dia estarem na tal casa do Big Brother ou criar uma música “de sucesso” ( créééééu!) para faturar dinheiro e espaço na TV. Como disse Adorno há mais de 70 anos, “toda conexão lógica que exija alento intelectual é escrupulosamente evitada”.



E É ISSO...AINDA BEM QUE SUMIU ( quando achamos que nos livramos...créééééu!!!)

11 comentários:

  1. Eh bem isso ai o q ta acontecendo no brasil e no mundo inteiro, as pessoas estao cada vez se rebaixando com coisa inuteis e sem nexo que acontecem por ai, e agora vem uma duvida, se eles estao confinados la no bbb como eles podem escrever em um blog?

    vlw ai , seu blog é 10 ;)

    ResponderExcluir
  2. Vai ver eles escrevem em um editor de texto qualquer e mandam lá pros editores do programa publicar...mas seria melhor se eles ficassem confinados TOTALMENTE, inclusive sem acesso a blogs...hehehe!

    Obrigado! vlw!

    ResponderExcluir
  3. É muita futilidade, mas temos aí aquela máxima: Quanto mais repertório, menos audiência, e vice-versa, então, pensa quanto a globo gasta pra fazer esse programeco e o quanto ela ganha com publicidade e votos... baita máquina de dinheiro. Fazer o que né, se a educação fosse melhor.

    http://pontodcom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Verdade, as coisas são bem assim mesmo.

    Ah, obrigada. (:
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Vereador dormindo na Câmara leva tapão
    http://br.youtube.com/watch?v=7DlMkNh3K60

    ResponderExcluir
  6. Vc é o máximo! O cinismo maravilhoso pra bater na cara de quem vive dormindo. Formidável. Já pensou em dar umas aulas pro Arnaldo, aquele Jabor, amigo do intelectual citado no início. Afinal de contas, burra sou eu e ignorante é vc, não é isso? Não é assim que eles com o poder televisivo nos tratam?
    Menino, sou sua fã número UM.

    ResponderExcluir
  7. GRAAANDE Groo!!! Vc é demais!!!
    Tô de greve pra ganhar um pouco mais e três meses de spa garantiram um milhão, fora o restante dos prêmios. Sinceramente! Por isso é que os valores definham, é mostrado enfaticamente o sucesso das pu... e dos vadios.
    como vencer essa pressão? Depois eu fico doida por causa de alunos q não veem interesse algum em aprender a ler para viajar nos textos e livros apresentados, e obter sucesso com o trabalho looongo e contínuo. To perdida!! Falida profissionalmente.
    E pensar que tem gente de altíssimo gabarito, altamente inteligente, competente e tudo o mais desempregado.
    É pra se F!(desculpa)

    ResponderExcluir
  8. dhsauihdusai so posso rir com o tal BBB q eu assisti simmm, assisti, assisti e assisti mas nao sou fã do programa e tenho certeza de q é um programa futil e sem serventia, mas como tinha a gaúcha de uma cidade vizinha a minha q ficou entre os 3 finalistas eu qria ver se uma vez pelo menos o milhao sao do eixo sudeste e vem pro sul...

    bjaooo sem nada a declarar

    ResponderExcluir
  9. é a ignorância oca oca oca tomando conta da massa. Muito bom seu artigo... E em referência gostaria de convidá-lo para ler e comentar o que escrevi sobre a tal cafetina: http://mistiforioblog.blogspot.com/2008/04/andria-schwartz_01.html
    é bom contar com a opinião de pessoas com seu perfil. Gostei muito, parabéns!
    Espero que possa prestigiar meu escrito.

    ResponderExcluir
  10. Oi Jaime,
    Puxa vida, agora serei soterrada sob as pedras... Eu gosto do BBB. ( me escondendo atrás da porta ) . E não me considero nem mediocre nem sem noção por isso. Minha alegria é assistir a TUDO. Desde o programa mais ¨cabeça¨da TV paga até a Regina Casé. E vocês se lembram do Chacrinha? ( coitado, como o Chacrinha e a sua Terezinha sofreram! Agora é cult, já foi tema de teses e monografias por este Brasil a fora ) . Ai Jaime, adoro novela das 9 também. É claro que não deixo de sair para assistir. Mas gosto.
    Puxando um banquinho, ainda escondida, pergunto: O que é melhor? Um churrasco em uma churrascaria brega ou um show da Nana Caymmi? Uma partida de futebol ou uma corrida de patins no gelo ? Uma passadinha em um bar tocando pagode com o Zeca Pagodinho ou em um tocando chorinho? Pra mim todos são legais, são divertidos. Lembro que depois que o Drummond disse que assistia e adorava Os Trapalhões, Os Trapalhões subiram horrores na audiência e também viraram um cult.
    Curto aquelas confusões do BBB. Talvez seja meu lado voyeur, sei lá. rs
    Passei tantos anos da minha vida fazendo o estilo chatinha elitista que agora descambei e gosto de tudo, do mais ¨sem noção¨ ao mais chiquérrimo.
    Pegando minha bolsinha e saindo de fininho...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Ah, adoro seu Blog e tudo que você escreve! Sempre me atualizo aqui. Fico meio sem jeito de comentar e hoje me arrisquei.

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...