domingo, fevereiro 24, 2008

TIMEMANIA - Uma forcinha pros cartolas que detonaram os clubes de futebol!

Este blog já deveria ter tratado sobre a TIMEMANIA no último post, mas preferi dedicar um espaço aos “especialistas” da educação que não passam de lacaios de estatísticas e de governos que não investem no setor e preferem culpar os professores.

Sobre a Igreja Universal, fica para uma próxima oportunidade.

Mas certamente vocês já viram a propaganda do Pelé anunciando a TIMEMANIA pela TV sob o argumento de que tal loteria irá “ajudar o seu time de coração”.

Essa já é uma bela mensagem subliminar. Como o torcedor brasileiro se mobiliza e até briga pelo seu time do coração (bem que poderiam se mobilizar também por outras questões urgentes no país), uma apostinha na loteria e ainda pra ajudar seu time a “contratar craques” é perfeito, não?

Taí o detalhe: muitos torcedores acreditam mesmo que a TIMEMANIA vai trazer Ronaldinho Gaúcho e Kaká pro seu time, desde que apostem um bocado e gerem receita pro clube. Mas o objetivo da TIMEMANIA não é outro senão saldar as dívidas dos clubes com a União.

As dívidas compreendem tributos para o INSS, Receita Federal e até FGTS. O maior devedor é Flamengo, que deve cerca de R$ 180 milhões. Aliás, um dado curioso sobre o time carioca: há décadas vem sendo patrocinado por uma estatal, no caso a Petrobras. Só que conforme a Lei das Licitações, o Flamengo não poderia jamais receber um centavo de patrocínio da estatal, pois é devedor. Sobre essa irregularidade, nenhuma palavra na mídia.

Cartolas irresponsáveis de gestões atuais e anteriores levaram os clubes a tais dívidas astronômicas. Estes é que deveriam responder na justiça pelos repasses não efetuados de tributos. O Santos, por exemplo, com aquele timaço de 2002 que tinha Diego, Robinho, Elano, Renato e Alex, conseguiu arrecadar algo em torno de R$ 150 milhões somente com a venda dos craques para o exterior. E hoje deve R$ 60 milhões ( nos valores de 2008, com as devidas correções).

A TIMEMANIA como foi aprovada é bastante diferente do seu relatório original, que previa a prestação de contas dos clubes ( qual clube faz isso?), a obrigatoriedade de virar clube-empresa ( também para impedir continuísmos como Eurico Miranda, Dualib, Marcelo Teixeira, Mustafá nos clubes) e não acumular dívidas. Na prática, o que os cartolas conseguiram fazer foi, nas palavras de Juca Kfouri e Sócrates, uma “certidão negativa de débitos”. Ou o REFIS do futebol.

Dirigentes dizem que futebol no Brasil é caro e para manter um clube é preciso um grande esforço. Ora, os grandes clubes da primeira divisão ( os que mais tem dívidas) tem, além dos patrocínios, cotas de jogos da TV, venda de jogadores para o exterior ( o São Paulo arrecadou cerca de R$ 34 milhões com a venda do zagueiro Breno), produtos licenciados ( por que raios uma camisa de clube custa absurdos R$ 170? Depois reclamam da pirataria), sócios contribuintes e até renda dos jogos* ( embora só tenha alguma relevância em jogos de “reta final” dos campeonatos). Bastante dinheiro para pagar salários astronômicos a pernas de pau que ganham até R$ 100 mil por mês e técnicos vedetes com absurdos R$ 500 mil mensais (Luxembugo recebia isso do Santos e pelo visto continua na mesma faixa salarial no Palmeiras).

E isso sem contar as parcerias no futebol. MSI no Corinthians (Máfia russa lavando dinheiro tranqüilamente no Brasil e tolerada por muito tempo), Parmalat, ISL, Traffic, etc. Todas injetaram muito dinheiro nos clubes. Corre muito dinheiro nos bastidores do futebol. Suficiente para renegociar dívidas.

O torcedor, mal-informado, vai apostar em seu time de coração pensando que isso vai ajudá-lo a ser campeão e trazer craques. Mas poucos se dão conta deste verdadeiro absurdo que já é corriqueiro no país: livrar a cara de gente engravatada e cheia de dinheiro à custa de negociatas diversas. Dirigentes detonam os clubes e saem ilesos.

Muitos até com imunidade parlamentar. Tudo em nome da “paixão”.


* Quem viu a chocante cena de um aposentado que perdeu a mão devido a uma bomba caseira em um estádio em Santa Catarina entende porque os públicos nos estádios (com exceção de finais) vem diminuindo progressivamente.
SAIBA MAIS:
- O que é e como funciona a TIMEMANIA. ( link do jornal Estado de S.Paulo)
- Por que a TIMEMANIA? ( Artigo do ex-jogador Sócrates na revista Carta Capital)
- O Mensalão do futebol. ( Texto do jornalista Juca Kfouri no UOL NEWS)
- Timemania é a solução? ( Várias opiniões sobre a TIMEMANIA. Embora o texto seja de 2006, vale a pena a leitura)
- Timemania: um importante debate ( do mesmo blog acima - o "Blog de um cidadão"- a postagem também de 2006, mas muito relevante)

CONFIRAM TAMBÉM:
Novos links de blogs bacanas! Vale a pena a visita e o comentário!
http://jbfenix.blogspot.com/
Todos imperdíveis!

5 comentários:

  1. Muito obrigado pela sua visita e pelo seu comentário!

    ResponderExcluir
  2. Futebol? Afff... já não gosto e ainda tem safadeza envolvida? Pow... nem comento.

    ResponderExcluir
  3. A Timemania é boa para alguns clubes e não tão boa para outros.
    Mais no meu blog: www.arquibancada06.zip.net

    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  4. é.. não manjo muito de futebol

    Mas ver essa pouca vergonha só piora a qualificação dele no meu conceito.

    AFFEEE

    parabens pelo Blog.!

    ResponderExcluir
  5. Eba, obrigada pelo link!

    Por acaso você é santista? Vi vários links relacionados ao Santos ali do lado... Eu sou santista ROXA!

    Quanto à sujeira que rola no futebol, só tenho a lamentar. Amo meu time, mesmo com todas essas coisas que insistem em esconder debaixo do tapete. Espero que um dia isso mude...

    beijos

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita e o seu comentário! É sempre bom receber o retorno dos leitores.

Todas as opiniões são livres, porém não serão aceitos comentários anônimos e tampouco comentários ofensivos, discriminatórios e que não prezam pelos princípios da boa convivência - o autor do blog reserva a si o direito de excluir comentários com tais temas.

Volte sempre! =)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails